"Tinha razões para fazer o que fez": mãe do atirador do Texas que matou 19 crianças e dois adultos quebra o silêncio

27 mai, 14:04
Salvador Ramos

“Era muito calado. Muito calado. Isso era. Não incomodava ninguém, não fazia nada a ninguém”

A mãe de Salvador Ramos, o atirador que matou 19 crianças e duas professoras numa escola primária em Uvalde, Texas, diz que está em estado de choque. Em entrevista exclusiva à Televisa, uma afiliada da CNN, Adriana Martínez diz que o filho "tinha razões para fazer o que fez" mas pediu perdão às vítimas e às suas famílias.

“Não tenho palavras, não tenho palavras para dizer, não sei o que ele estava a pensar”, disse, antes de sublinhar que o filho “tinha razões para fazer o que fez”, pedindo ainda que “não o julguem” - mas não explicou que razões podiam ser as que referiu.

Visivelmente transtornada, a mulher revelou que só quer uma coisa: “Que as crianças inocentes que morreram me perdoem”.

Sobre o filho, Adriana Martínez descreve o jovem, que morreu abatido pela polícia na sequência do ataque, como “tranquilo” - “não fazia mal a ninguém”.

“Era muito calado. Muito calado. Isso era. Não incomodava ninguém, não fazia nada a ninguém”, acrescentou.

Também à CNN, Rolando Reyes, avô do jovem de 18 anos, revelou que conhece várias famílias afetadas pelo ataque: “Alguns são meus amigos, vou ter de os enfrentar um dia”, disse.

De resto, a mulher de Rolando Reyes, a avó de Salvador Ramos, foi a primeira vítima do fatídico dia. Antes de sair de arma em punho para a escola, o jovem disparou contra a cara da mulher de 66 anos, que ainda está internada no hospital, sendo certo que vai necessitar de uma cirurgia para reconstruir parte da face.

“Ela fez tudo por ele”, afirma o avô, que não entende o porquê do ataque.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Europa

Mais Europa

Patrocinados