"Com 40 graus, é preciso ser inteligente". Em dia de metal, as t-shirts brancas ganharam terreno no NOS Alive

8 jul, 21:17

Temperaturas elevadas e falta de sombras no recinto levaram os festivaleiros a mudar a cor da roupa que, à partida, deveria ser escura em dia de metal

À beira rio, a brisa ainda corre, mas os queixumes e a procura incessante pela sombra continua ao terceiro dia de NOS Alive. Com as portas a abrir às 15:00, hora do pico do calor, as (muito poucas sombras disponíveis) no recinto são rapidamente ocupadas por quem lá consegue chegar. 

E, no meio das centenas de pessoas que se abrigam do sol na estrutura do recinto, saltam à vista no meio do mar de camisolas de cor preta, as de cor branca. Em dia de metal, a escolha surpreende, mas será compreensível, ou não marcassem os termómetros 40 graus. 

Rodrigo, um dos fãs que está à sombra, explica à CNN Portugal que é "fã de Metallica há muitos anos", que este será o 9.º concerto da banda a que assiste e que, por isso, não é a cor da camisola que muda o amor à banda.

"Está muito calor e a t-shirt preta é para sofrer mais um bocadinho. Sou fã de Metallica há muitos anos, já é a nona vez que os vejo, e tinha muitas saudades deste tipo de eventos", afirma o fã vindo de Massamá.

E como Rodrigo, também Rafael é um repetente nos concertos de Metallica e, esta sexta-feira, foi a banda de Los Angeles que o fez estrear no festival de Algés.

Rafael e Sebastião vieram da Ericeira [Foto: Rita Cerqueira/CNN Portugal]

"Foi a última camisola que eu tive, é do Restelo. Está calor hoje e eu pensei: 'epá, eu sei que o Metal é cor preta, mas está calor, trouxe o branco. E é de Metallica é o que interessa."

Opinião partilhada por Daniel, que veio de Alverca, e que garante que não é a cor da camisola que muda o sentimento pela banda.

"Estão 40 graus, é melhor a t-shirt branca do que a preta. Diz Metallica à mesma, a cor acaba por não influenciar", explica o fã de Metallica, à entrada do recinto. 

Para além das t-shirts brancas, há quem aproveite a chegada ao recinto para reforçar o protetor solar e é num desses momentos que um grupo de quatro amigos - três deles com t-shirts brancas - explica à CNN Portugal o porquê da escolha da indumentária.

"Inteligentes. A palavra de hoje é inteligência. Escolhemos a camisola branca porque hoje iam estar 40 graus e o preto faz muito calor", diz Ricardo, porta-voz do grupo natural de Lisboa.

Enquanto João, Miguel e Ricardo escolheram a camisola branca, Joel acabou por vir de camisola preta e diz esperar "uma noite quente", recheada de clássicos e sem surpresas por parte da banda. Até porque como diz Marco, vindo de Alhos Vedros, "Metallica são como o vinho do Porto, estão sempre melhores."

"Espero que a malta se divirta. O concerto da vida deles e sempre que voltarem vai ser sempre o concerto da vida deles". Não importa a cor da camisola.

Fãs querem... os clássicos

Se a cor da camisola parece ter dividido os fãs de Metallica, já as expectativas dos concertos são semelhantes entre todos: os fãs querem ouvir os clássicos, surpresas são bem-vindas, mas o que interessa mesmo são os clássicos. 

"Espero as músicas antigas, espero os álbuns antigos, não espero nada de novo porque o que é velho é bom", afirma João, sendo corroborado pelo amigo Daniel que enuncia as músicas que quer ouvir: "Whiplash, Master of Puppets, Metal Militia" e tudo "o que eles tocarem do antigo, da parte antiga". 

Joel afina pelo mesmo diapasão e revelando que já viu vários concertos da banda, esta noite espera que seja "mais do mesmo", ou seja, "qualidade acima de tudo".

"Basta eles tocarem, mas o mais do mesmo é muito bom. Os clássicos dos Metallica são sempre os clássicos do Metallica. Surpresas não vai haver muito", afirma.

Everaldo, natural do Rio de Janeiro, mas a viver em Lisboa, concorda com a ausência de surpresas (e com a escolha da camisola branca por causa do calor) e lembra que a banda não tem tocado músicas do novo álbum nos concertos recentes.

"Só vim com intenção de ver Metallica. Gosto de todas as músicas, dos clássicos, os mais antigos são os melhores. Inclusive, no espetáculo, eles não estão a cantar o CD novo, eles vão cantar os antigos."

O concerto de Metallica tem início marcado para as 23:00 e encerra o palco principal do NOS Alive esta sexta-feira.

Relacionados

Música

Mais Música

Patrocinados