Trouxeram 140 mil doses de cocaína da Guiné-Bissau mas acabaram apanhados no aeroporto de Lisboa

Agência Lusa , JM
24 jun, 18:11
Cocaína (Lusa/Luís Forra)

Três homens foram detidos no Aeroporto de Lisboa no sábado, transportando uma quantidade de cocaína suficiente para 140 mil doses individuais, proveniente da Guiné-Bissau, anunciou a Polícia Judiciária esta segunda-feira

Três homens foram detidos no sábado no Aeroporto de Lisboa por transportarem desde um país africano cocaína que daria para 140 mil doses individuais, informou esta segunda-feira a Polícia Judiciária (PJ).

Fonte ligada ao processo disse à Lusa que a droga seria proveniente da Guiné-Bissau.

A PJ refere, em comunicado, que esta foi mais uma investigação desenvolvida pela Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes, em conjunto com a Autoridades Tributária e Aduaneira, que se insere num conjunto de investigações visando o combate ao tráfico de estupefacientes por via aérea.

Estas operações têm por objetivo “o desmantelamento de grupos criminosos que se dedicam à introdução de significativas quantidades de produtos estupefacientes em território nacional”.

Os arguidos, 44, 46 e 61 anos, estão “fortemente indiciados pelo crime de tráfico internacional de estupefacientes” e já estão a ser ouvidos em primeiro interrogatório judicial, não sendo ainda conhecidas as medidas de coação.

A Judiciária adianta que as investigações prosseguem para apurar os contornos da operação.

Relacionados

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados