"Assassinado, às 14:17 de dia 16 de fevereiro": Porta-voz de Navalny confirma morte do principal opositor de Putin

17 fev, 10:54

Aquando do anúncio do óbito feito pelos serviços prisionais russo, há quase 24 horas, os apoiantes de Navalny garantiram que ainda não tinham sido notificados pelas autoridades russas

Passadas quase 24 horas desde o anúncio dos serviços prisionais russos, a porta-voz de Navalny, Kira Iarmych, confirmou a morte do principal opositor político de Vladimir Putin. Kira Iarmych cita uma mensagem oficial da mãe de Navalny, Lyudmila Navalnaya, que viajou este sábado até à colónia prisional número 3 na cidade de Kharp, no Ártico, onde o político e ativista russo morreu.

“Navalny foi assassinado. A morte ocorreu no dia 16 de fevereiro às 14:17, hora local, de acordo com a mensagem da mãe do Alexei”, explica.

Kira Iarmych explica que, de acordo com um funcionário da prisão russa, o corpo de Navalny foi transportado para a cidade russa de Salekhard, situada a mais de 50 quilómetros de Kharp onde fica o estabelecimento prisional.

O cadáver de Alexei Navalny está agora a ser alvo de “investigações”.

“Exigimos que o corpo de Alexai Navalny seja imediatamente entregue à sua família”, culmina a publicação da porta-voz no X.

Advogado e mãe de Navalny esbarram com porta morgue de Salekhard fechada: “O corpo do Alexei não está na morgue”

Passados alguns minutos desde o anúncio de Kira Iarmych, um funcionário da única morgue de Salekhard garantiu, à Reuters através de chamada telefónica, que o corpo de Alexei Navalny nunca chegou às instalações mortuárias.

A porta-voz de Navalny, Kira Iarmych, confirma que o corpo do principal opositor político de Vladimir está em paradeiro incerto e não na morgue da cidade de Salekhard.

“O advogado e mãe do Alexei chegaram à morgue de Salekhard. Está fechada, no entanto, a colónia prisional assegurou que estariam a trabalhar e que o corpo de Navalny estava lá”, explica Kira Iarmych.

Kira acrescenta que o advogado de NAvalny ligou para o número de telefone que estava na porta e lhe responderam que já era a sétima pessoa a ligar este sábado.

“O corpo do Alexei não está na morgue”, garante a porta-voz.

Autoridades russas recusam entregar corpo de Navalny à família “até que investigação esteja completa”

A porta-voz de Navalny, Kira Iarmych, voltou a dar detalhes sobre o desaparecimento do corpo do opositor de Putin. Kira recorreu ao X para explicar: “Agora, o Comité de Investigação de Salekhard diz que o corpo de Navalny não vai ser diretamente entregue à família até que a investigação esteja completa”.

Cerca de 30 minutos antes, outro dos advogados de Navalny deslocou-se até ao Comité de Investigação de Salekhard e disseram-lhe que “a causa da morte de Alexei ainda não foi estabelecida, tendo sido efetuado um novo exame histológico".

Kira explica ainda que foi comunicado ainda que os resultados só “estarão disponíveis na próxima semana”. “É óbvio que estão a mentir e a fazer tudo o que podem para evitar entregar o corpo”, acrescenta a porta-voz de Navalny.

Relacionados

Europa

Mais Europa

Patrocinados