Debate instrutório do processo BES/GES agendado para 11 de abril no tribunal de Monsanto

Agência Lusa , BC
24 mar 2023, 18:33
Ricardo Salgado

O processo BES/GES tem 27 arguidos e é considerado um dos maiores processos da história da justiça portuguesa

O início do debate instrutório do processo BES/GES está marcado para 11 de abril, decidiu esta sexta-feira o juiz de instrução Pedro Santos Correia, determinando que a sessão seja realizada no tribunal de Monsanto, em Lisboa.

“Atendendo ao atual estado dos presentes autos, entende-se ser de agendar a realização do debate instrutório, cujo início se designa para o dia 11 de abril de 2023, às 09:30, com continuação pelas 14:00”, pode ler-se no despacho do magistrado do Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC), a que a Lusa e a CNN Portugal teve acesso, e no qual foram também reservados os dias 12, 13 e 14 de abril (sempre com início às 09:30), caso seja necessário.

O juiz Pedro Correia salientou ainda o “número de sujeitos processuais e a logística associada à realização das aludidas diligências” para definir que o debate instrutório deste processo decorra no tribunal de Monsanto - e não no TCIC -, deixando assente o pedido de reserva dessa sala de audiências e o “reforço dos meios necessários à realização da mencionada diligência” à PSP.

O processo BES/GES tem 27 arguidos (23 pessoas e quatro empresas).

Considerado um dos maiores processos da história da justiça portuguesa, este caso agrega no processo principal 242 inquéritos, que foram sendo apensados, e queixas de mais de 300 pessoas, singulares e coletivas, residentes em Portugal e no estrangeiro.

Segundo o Ministério Público, cuja acusação contabilizou cerca de quatro mil páginas, a derrocada do Grupo Espírito Santo (GES), em 2014, terá causado prejuízos superiores a 11,8 mil milhões de euros.

Relacionados

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Mais Lidas

Patrocinados