Norte-americano detido na Rússia por suspeitas de tráfico de droga

9 jan, 16:44
Detenção

Robert Woodland, cidadão norte-americano, foi acusado de traficar drogas ilegais em Moscovo. Encontra-se detido em prisão preventiva

Um cidadão norte-americano foi detido em Moscovo por acusações relacionadas com drogas, de acordo com um comunicado oficial divulgado esta terça-feira. 

Robert Woodland, identificado como Robert Romanov, tem 32 anos e é acusado de preparar e tentar cometer um crime, bem como de traficar drogas ilegais, avança a CNN Internacional. É acusado de "aquisição ilegal, armazenamento, transporte, produção, processamento de estupefacientes, substâncias psicotrópicas ou seus análogos", informou o Tribunal Distrital de Ostankino, em Moscovo, no Telegram, na terça-feira. Woodland foi colocado em prisão preventiva por um período de dois meses, até 5 de março.

A embaixada dos Estados Unidos em Moscovo reconheceu a detenção, sublinhando que a segurança dos cidadãos norte-americanos no estrangeiro é uma prioridade máxima para o Departamento de Estado.

A detenção de Woodland segue-se a uma série de detenções de cidadãos americanos e de indivíduos com dupla nacionalidade na Rússia, incluindo Evan Gershkovich, um repórter do Wall Street Journal, que o governo dos EUA considera ter sido detido injustamente. Apesar de várias propostas do Departamento de Estado dos EUA, o governo russo rejeitou todas as tentativas de garantir a libertação desses indivíduos.

Caso seja considerado culpado, Woodland pode ser condenado a uma pena de prisão até 20 anos ou a uma multa ilimitada. 

Segundo o Komosomolskaya Pravda, Woodland é um cidadão americano nascido na Rússia que regressou 27 anos depois de ter sido adotado por cientistas americanos. Woodland regressou à Rússia em 2020 para encontrar a sua mãe biológica, acabou por se estabelecer em Moscovo como professor de inglês. 

Estas detenções torna-se complexas à medida que analistas especulam que Moscovo pode estar a utilizar os americanos detidos como moeda de troca no meio da escalada de tensões entre a Rússia e os EUA.

Relacionados

Europa

Mais Europa

Patrocinados