Costa cita Cavaco sobre falta de acordo dos 27 para cargos de topo: "Deixem o Conselho Europeu trabalhar"

Agência Lusa , DCT
18 jun, 19:00

António Costa, apontado como candidato à presidência do Conselho Europeu, falava numa conferência promovida em Lisboa pela Abreu Advogados e pela Embaixada da Bélgica, intitulada "Europa e o futuro: a nova legislatura".

O ex-primeiro-ministro António Costa citou esta terça-feira Cavaco Silva, dizendo “deixem o Conselho Europeu trabalhar”, ao referir-se à ausência de acordo entre líderes europeus, na segunda-feira, sobre a escolha de quem ocupará cargos de topo na União Europeia.

António Costa, apontado como candidato à presidência do Conselho Europeu, falava numa conferência promovida em Lisboa pela Abreu Advogados e pela Embaixada da Bélgica, intitulada "Europa e o futuro: a nova legislatura".

Interrogado sobre o facto de o jantar informal de líderes da União Europeia ter terminado na segunda-feira, em Bruxelas, sem acordo, o ex-chefe do Governo português recusou-se a falar da sua candidatura ou fazer considerações sobre o atual estado do processo para a escolha das presidências do Conselho, Comissão e Parlamento Europeu

Vendo que o antigo líder do PSD e atual conselheiro de Estado Marques Mendes estava na plateia a ouvi-lo, António Costa decidiu então citar o antigo Presidente da República e primeiro-ministro social-democrata, Aníbal Cavaco Silva.

“Vou recorrer a uma citação de um antecessor meu que não cito muito, mas que, hoje, em homenagem ao doutor Marques Mendes vou citar: Deixem-nos trabalhar. Portanto, deixam o Conselho Europeu trabalhar e depois veremos os resultados”, declarou.

 

Relacionados

Política

Mais Política

Patrocinados