Frederiksen descarta candidatura ao Conselho Europeu e elogia Costa. Eslovénia confirma apoio ao ex-PM português

CNN Portugal , DCT
17 jun, 17:42
Primeira-ministra da Dinamarca, Mette Frederiksen (Associated Press)

Robert Golob diz que o socialista "tem muita experiência, muita sabedoria"

Horas antes do início de um jantar informal dos líderes europeus e no qual António Costa deverá ser apontado como próximo presidente do Conselho Europeu, Mette Frederiksen descartou esta segunda-feira a sua candidatura ao cargo, avança o Politico.

A primeira-ministra dinamarquesa era um dos nomes apontados para a presidência do organismo, mas apressou-se a rejeitar esse cenário ao chegar à cúpula informal, em Bruxelas, tendo até colocado o antigo primeiro-ministro português na linha da frente, descrevendo-o mesmo como um “bom colega”.

Também o primeiro-ministro da Eslovénia, Robert Golob, expressou esta tarde o apoio a António Costa, vincando que o socialista “tem muita experiência, muita sabedoria” e que já recebeu “esclarecimentos”, diz também o Politico.

O primeiro-ministro, Luís Montenegro, voltou a expressar o seu apoio a Costa, dizendo aos jornalistas que tem “mais confiança” no português para o cargo de presidente do Conselho Europeu do que nos restantes nomes que têm vindo a ser apontados.

“É minha perspetiva que possamos ter um acordo de princípio hoje e que possamos chegar a um acordo final na próxima reunião já no final da próxima semana”, antecipou.

 

Europa

Mais Europa

Patrocinados