Aconteceu outra vez: vários feridos após turbulência em avião que vinha para a Europa

26 mai, 15:52
Qatar Airways

Feridos foram assistidos na chegada ao aeroporto de Dublin

Doze pessoas ficaram feridas durante um voo da Qatar Airways que fazia a ligação entre Doha e Dublin.

Em causa esteve, como aconteceu recentemente num voo da Singapore Airlines, a forte turbulência.

O voo acabou por aterrar em segurança na capital da República da Irlanda, onde várias equipas de emergência estavam à espera, além da polícia e dos bombeiros.

O aeroporto de Dublin esclareceu que seis passageiros e seis membros da tripulação ficaram feridos no voo QR107, sendo que a turbulência se fez sentir à passagem pela Turquia, ainda antes de a viagem ir a meio.

Os feridos foram todos assistidos no local e o caso não provocou quaisquer problemas na operação do aeroporto. De acordo com o aeroporto de Dublin, oito das vítimas foram levadas para o hospital.

Uma vez que as vítimas não apresentavam ferimentos graves não houve necessidade de uma aterragem de emergência, como aconteceu no outro voo, onde houve mesmo um morto e mais de 100 feridos.

À CNN a Qatar Airways esclareceu que o voo aterrou em segurança em Dublin, sendo que “um pequeno número de passageiros e de membros da tripulação sofreram lesões menores durante o voo”.

“O caso vai ser alvo de uma investigação interna. A segurança dos nossos passageiros e tripulação é a nossa máxima prioridade”, esclareceu a companhia aérea.

No caso da Singapore Airlines, num avião que fazia a ligação entre Londres e Singapura, 104 pessoas ficaram feridas e um dos passageiros morreu, na sequência de complicações cardíacas.

Relacionados

Europa

Mais Europa

Patrocinados