Foi avisar os banhistas da tempestade que estava a chegar e acabou morto por um raio

CNN , Zenebou Sylla e Kaila Nichols
27 jun, 11:53
Praia de Nova Jérsia (WABC)

Acidente que matou Patrick Dispoto é a primeira morte por raio em Nova Jérsia, EUA, desde 2021

Um homem morreu depois de ter sido atingido por um raio numa praia de Nova Jérsia, no domingo, quando tentava avisar os outros banhistas da aproximação de uma tempestade, revelaram as autoridades norte-americanas na quarta-feira.

Patrick Dispoto, de 59 anos, estava na praia de Seaside Park com a namorada e voltava para o seu carro quando se apercebeu que se aproximava uma tempestade, informou o sargento da polícia Andrew Casole.

A namorada disse à polícia que esperou na viatura enquanto Dispoto voltou à praia para avisar os outros banhistas de que se aproximava uma tempestade.

Ruth Fussell, namorada de Dispoto, disse à WABC, afiliada da CNN, que quer que as pessoas saibam que ele sempre tentou melhorar a vida dos outros. Cortesia Ruth Fussell/WABC

"Ele disse: 'Volto já'. E eu disse: 'Não tens nada que ir para lá'. E ele respondeu: 'Só vou avisar estes miúdos porque o céu vai desabar. Só vou avisar estes miúdos - um minuto'. Eu disse: 'Não'", contou Ruth Fussell, que se identificou como namorada de Dispoto, à WABC, afiliada da CNN.

Fussell contou que ligou para Dispoto três vezes, mas ele não atendeu e que esperou cerca de 15 minutos para que ele voltasse. Por fim, voltou à praia, onde encontrou Dispoto inconsciente.

As equipas de emergência tentaram reanimar Dispoto e levaram-no para um hospital onde foi declarado morto, segundo a polícia. De acordo com Casole, Dispoto teve uma "morte acidental causada por um raio".

Dias após a morte de Dispoto, o Seaside Park instalou um sistema de alerta contra raios.

Em abril, as autoridades de Seaside Park adquiriram o sistema de deteção de relâmpagos Strike Guard, um investimento de cerca de 46.750 euros, revelou Karen Kroon, administradora do bairro de Seaside Park, à CNN na quarta-feira.

De acordo com o site da empresa, o sistema emite avisos de relâmpagos através da monitorização de relâmpagos entre nuvens e entre nuvens e o solo num raio definido pelo utilizador de até 32 quilómetros.

Kroon disse que a instalação, que estava a ser preparada há meses, estava agendada para quarta-feira e enfatizou que não se tratou de uma resposta à tragédia de domingo.

"Fizemos este investimento porque a segurança pública é extremamente importante e queremos fazer tudo o que pudermos para alertar os nossos residentes e visitantes para o perigo iminente", afirmou Kroon.

De acordo com o Conselho Nacional de Segurança contra Raios, esta é a terceira morte por raio nos Estados Unidos este ano, e a primeira morte em Nova Jérsia desde 2021, quando um nadador-salvador foi atingido e morreu numa praia em South Seaside Park. Desde 2006, a Nova Jérsia teve 16 mortes por raios, cinco foram em praias.

Fussell disse à WABC que Dispoto nunca perdeu as oportunidades que tinha para tornar a vida de alguém mais fácil e é isso que quer que as pessoas saibam.

"Portanto, o seu último ato de heroísmo foi o derradeiro, e esse é o meu Patrick Dispoto", afirmou Fussell.

*Nic F. Anderson contribuiu para este artigo

E.U.A.

Mais E.U.A.

Mais Lidas

Patrocinados