Singapura limpa maré negra após embate de barco num navio de abastecimento de combustível

Agência Lusa , MM
16 jun, 08:26
Maré negra - derrame de petróleo (arquivo)

Uma draga com bandeira dos Países Baixos embateu num navio de abastecimento de combustível, danificando-lhe o tanque de carga e causando um derramamento de petróleo no mar

As autoridades de Singapura iniciaram já as operações de limpeza de uma maré negra que está a atingir parte da costa sul e que suscita preocupações com a vida selvagem, na sequência de um embate de uma draga num cargueiro.

A draga 'Vox Maxima', com bandeira dos Países Baixos, embateu no navio de abastecimento de combustível 'Marine Honor', de Singapura, danificando-lhe o tanque de carga e causando um derramamento de petróleo no mar.

No sábado, em comunicado, a Autoridade Marítima e Portuária de Singapura referiu que o derramamento de combustível do navio tinha sido contido e que o combustível que vazou do tanque danificado foi tratado com dispersantes.

Porém, devido à corrente das marés, o combustível tratado espalhou-se ao longo da costa, incluindo a turística ilha de Sentosa, e outras ilhas na costa sul, uma reserva natural e um parque público.

Parte da praia no parque público e na reserva natural foi encerrada para facilitar os esforços de limpeza, adiantaram as autoridades. A praia de Sentosa vai estar aberta ao público, mas com restrições, não sendo permitidas atividades no mar.

Especialistas em conservação e biólogos estão a monitorizar a extensão total dos danos causados à vida marinha e selvagem. O grupo local de conservação 'Marine Stewards' afirmou que há imagens de peixes mortos, lontras e guarda-rios cobertos pela mancha de petróleo.

Mundo

Mais Mundo

Mais Lidas

Patrocinados