Pela primeira vez, o Reino Unido superou os 40 ºC

19 jul, 12:04
Calor no Reino Unido (AP Photo/Matt Dunham)

O recorde anterior era de 38,7 graus e foi registado em 2019

O Met Office, instituto meteorológico do Reino Unido, atualizou esta terça-feira a informação sobre o registo da temperatura mais alta de sempre para 40,2º Celsius, um valor ainda provisório e que foi registado no aeroporto de Heathrow às 12:50 locais, a mesma hora em Lisboa.

Minutos antes, e já depois da noite mais quente de sempre, o instituto tinha anunciado o primeiro recorde do dia: 39,1ºC. O valor foi registado em Charlwood, no condado de Surrey. 

Segundo a Associated Press, o recorde anterior era de 38,7 graus e foi registado em 2019. Esta segunda e terça-feira já tinham sido apontados como os dias mais quentes, com Nottinghamshire a poder chegar aos 41 graus.

Grande parte do território do Reino Unido está sob aviso vermelho e é também a primeira vez que isto acontece. As temperaturas devem começar a descer a partir desta quarta-feira. 

Já foram cancelados ou desviados voos, há escolas que interromperam temporariamente a sua atividade e os comboios não estão a circular na sua plenitude, porque o Reino Unido é um país que não está estruturalmente preparado para ondas de calor extremo. Exemplo disso é o facto de existirem dezenas de edifícios, incluindo hospitais, que não têm ar condicionado. 

Nestes últimos dias, pelo menos cinco pessoas já morreram por afogamento em todo o Reino Unido. Tentavam refrescar-se em rios, lagos e reservatórios. 

Esta onda de calor que atingiu a Europa já provocou incêndios florestais em Portugal, Espanha e França

Relacionados

Europa

Mais Europa

Patrocinados