Legislativas: campanha da CDU centrada entre Lisboa e Setúbal, mas encerra no Norte

Agência Lusa , NM
7 jan, 19:07

Comunistas vão focar esforços nos círculos eleitorais onde em 2019 a coligação elegeu sete deputados e vão terminar as iniciativas em Braga

PUB

A campanha da CDU para as eleições legislativas de 30 de janeiro vai estar concentrada maioritariamente nos distritos de Lisboa e Setúbal, círculos onde em 2019 a coligação elegeu sete deputados, e vai encerrar em Braga.

De acordo com o programa eleitoral da Coligação Democrática Unitária (CDU) – que é composta pelo PCP, PEV e a Associação Intervenção Democrática – seis dos 13 dias de campanha eleitoral oficial serão dedicados aos distritos de Lisboa e de Setúbal.

PUB

Em 2019, a coligação elegeu quatro deputados no círculo eleitoral de Lisboa e três no de Setúbal, dos 12 que elegeu, dez do PCP e dois do PEV.

O primeiro dia de campanha oficial, em 16 de janeiro, vai começar em Aljustrel, no distrito de Beja, com uma sessão pública, e terminar com um comício em Setúbal.

A caravana da CDU e o secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, regressam ao distrito de Setúbal nos dias 22, 26 e 27 de janeiro.

As iniciativas de campanha no círculo eleitoral de Lisboa estão previstas para os dias 17, 19, 23, 25 e 27 de janeiro.

PUB
PUB
PUB

O encerramento da campanha vai ser a Norte, com três iniciativas previstas para os concelhos da Maia, Gondomar e Porto e um comício de encerramento em Braga.

A campanha eleitoral para as legislativas antecipadas de 30 de janeiro vai realizar-se entre 16 e 28 de janeiro, de acordo com o calendário definido pela Comissão Nacional de Eleições (CNE).

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, dissolveu o parlamento e convocou eleições antecipadas na sequência da rejeição na generalidade da proposta de Orçamento do Estado para 2022 (OE2022).

O 'chumbo' da proposta ditou o fim da solução de apoio parlamentar que vigorou nos últimos seis anos, vulgarmente conhecida como “geringonça”.

Nas eleições legislativas de 06 de outubro de 2019, a CDU conquistou 6,33% do total de votos, ou seja, 332.473 votos, de um total de 5.251.064 votantes.

Na altura, a coligação perdeu cinco deputados em relação a 2015.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Partidos

Mais Partidos

Patrocinados