Remates em jeito no ângulo, autênticos mísseis de fora de área e jogadas de preciosa mestria: estes são os melhores golos da fase de grupos

30 jun, 20:49
Arda Guler, Turquia - Geórgia (Getty)

Lembra-se do autogolo turco contra Portugal? Não está nesta lista, mas há dois golos da Turquia e outros oito. O que têm em comum? São momentos que qualquer adepto de futebol ama ver e por isso compilámos esta seleção

Nem só de autogolos se fez a fase de grupos do Euro 2024 e, no espectro oposto estão estes momentos de puro génio, autênticas beldades futebolísticas de ver, rever e ver ainda mais uma vez. A lista pode gerar controvérsia, tal como a sua ordem, concorde ou discorde veja estes golos que não se vai arrepender certamente.

1. A genialidade de Arda Güler - Turquia 2-1 Geórgia

Um pontapé inacreditável de Arda Güler e estava feito o 2-1 para a Turquia. O médio ofensivo turco do Real Madrid de apenas 19 anos mostrou que, por vezes, a irreverência compensa. A mais de 20 metros da baliza, Güler rematou - para descrença de muitos -, a bola descreveu um arco perfeito e entrou lá naquele sítio onde o poste e a barra da baliza se unem.

2. Bem-vindo de volta Shaquiri - Escócia 1-1 Suíça

Quem sabe não esquece. Xherdan Shaquiri, o nome mais sonante da Suíça a par de Xhaka, fez o gosto ao pé no Escócia 1-1 Suíça. Shaquiri voltou a ser titular, voltou a ser fulcral e voltou a marcar um golaço de levantar o estádio. Um mau alívio do lateral escocês Anthony Ralston deixou a bola a pingar ainda fora da área, até que Shaquiri surge em velocidade e sem pedir licença. Foi mesmo dali, de primeira e só parou no fundo das redes de Gunn. Mais uma vez, a bola entrou no ângulo.

3. A obra-prima de Müldür - Turquia 1-0 Geórgia

No mesmo jogo em que o jovem  Arda Güler fez o que fez, antes Mert Müldür também já tinha deliciado e feito levantar as bancadas. Após um mau alívio na defesa da Geórgia e sem deixar a bola tocar no solo, o defesa direito da Turquia desferiu um remate à meia-volta que só parou nas redes georgianas. Mamardashvili ainda voou, mas nada conseguiu fazer perante esta bomba que entrou no ângulo direito.

4. O míssil de Stanciu - Roménia 1-0 Ucrânia

Forte pressão da Roménia força o erro de Andriy Lunin, que erra um passe e entrega a bola a Dennis Man, O extremo do Parma deixa a bola à mercê da mestria de Stanciu. Um tiro indefensável que acaba próximo do ângulo esquerdo da baliza ucraniana.

5. O dia que Hjulmand surpreendeu a Inglaterra - Dinamarca 1-1 Inglaterra

Depois do 1-0 de Harry Kane, o médio do Sporting viu-se com espaço a meio do meio-campo rematou sem quaisquer hipóteses para Pickford. A bola ainda bateu no poste antes de beijar a rede. Hjulmand, refira-se, é o primeiro jogador do Sporting que marca um golo num Campeonato da Europa desde Ricardo Sá Pinto, no Euro 1996, precisamente num jogo entre Portugal e a Dinamarca. Não havia um golo de um jogador do Sporting num Europeu há 28 anos e que belo foi o remate de Hjulmand.

6. O arco de Aebischer - Hungria 0-2 Suíça 

Suíços insistiram pelo lado direito durante toda a partida e finalmente resultou. A bola foi parar aos pés de Michel Aebischer que, perto da meia-lua, atirou sem hipótese para o guarda-redes húngaro. 0-2 para a Suíça e o médio suíço é para já o homem do jogo.

7. O minuto Zaccagni que salvou a Aquadra Azzurra - Croácia 1-1 Itália

O golo de Mattia Zaccagni é bonito, um arco que acaba por entrar junto ao ângulo direito de Livaković, mas não é soberbo. Contudo, foi perfeito. A Itália estava a perder por 1-0 frente à Croácia do demissionário Luka Modric e no terceiro lugar do Grupo B. O golo de Zaccagni surgiu 30 segundos antes do apito final, salvou a Itália e deixou a Croácia fora dos oitavos de final.

8. A perfeita receção de Yaremchuk - Eslováquia 1-2 Ucrânia

A Ucrânia acabou no 4.º lugar do Grupo F e está fora do Euro 2024. Para a história fica este golo do ex-Benfica Yaremchuk. Shaparenko, que tinha feito o primeiro da Ucrânia, faz um passe longo por cima da defesa eslovaca, Yaremchuk recebe com um toque subtil e a seguir dá um segundo toque - também subtil - para fazer golo.

9. O calcanhar de Wind e o rompante Eriksen - Eslovénia 0-1 Dinamarca

Tudo começou num lançamento de linha lateral. Já na área, Jonas Wind dá de calcanhar para o médio do Manchester United e capitão dinamarquês, Christian Eriksen, que não hesita e faz o primeiro. Depois do que acontece no Euro 2020 é bom ver novamente as habilidades do mago dinamarquês.

10. A jogada à espanhola e o bailado de Fabián Ruiz - Espanha 2-0 Croácia

O melhor deste golo é a jogada de Espanha. A capacidade de variar dos flancos para o meio com passes curtos - e vice-versa - parte e desmonta defesas como aconteceu à linha recuada croata. Começou num lançamento de Cucurella, Pedri recebeu e deu para Fábian Ruiz, que fez uma grande abertura para Yamal. Yamal tentou entrar na área, falhou, perdeu a bola, recuperou, deu para Pedri, que descobre Fabián Ruiz - que por sua vez fez uma dança e eis que 2-0.

Relacionados

Euro 2024

Mais Euro 2024

Patrocinados