"Amo-o e sempre o amarei (...), mas amo-me mais a mim". Mulher de Dani Alves anuncia separação após visitá-lo na prisão

16 mar 2023, 11:33
Joana Sanz e Dani Alves (GettyImages)

 

Dani Alves foi detido a 20 de janeiro, depois de um regresso a Espanha para o funeral da sogra. Foi de imediato levado a tribunal e está desde então preso preventivamente em Barcelona

Joana Sanz decidiu separar-se de Dani Alves, suspeito de violar uma jovem numa discoteca em Barcelona, Espanha. Depois de ter apagado todas as fotografias que tinha com o jogador nas redes sociais, a modelo, de 29 anos, publicou no Instagram imagens de uma carta escrita pela própria, à mão, a prestar alguns esclarecimentos e a anunciar a separação. Joana Sanz e Dani Alves estavam casados há oito anos. 

Nas primeiras linhas, começou por explicar o porquê de ter escrito aquela carta: "Desde pequena que escrevo os meus sentimentos, talvez por ser filha única. Seja pelo que for, faz-me bem". 

"Foram meses horríveis, não os mais difíceis, porque já enfrentei muitas tempestades, mas sim os mais sombrios e dolorosos. (...) Escolhi como companheiro de vida uma pessoa que, aos meus olhos, era perfeita. Estava sempre quando eu mais precisava, sempre me apoiou em tudo, sempre me motivou a crescer, sempre carinhoso, atento... custa-me tanto aceitar que essa pessoa me pudesse partir em mil pedaços", continuou. 

Em fevereiro, a modelo manifestou o apoio a Dani Alves, de 39 anos, exigiu privacidade e confirmou, das redes sociais à comunicação social, que não se iria separar do jogador e que não iria "abandoná-lo" no "pior momento" da sua vida. 

"Eu vi muitas vezes como as mulheres se aproximam dele, atrevidas, a tentar alguma coisa com o meu marido na minha cara. Se o faziam na minha presença, nem quero imaginar quando não estou", disse na altura. Agora, e depois de o ter visitado no passado fim de semana na prisão, parece ter mudado de ideias.

"Vai-me custar anos de vida apagar da minha memória a forma como olhava para mim, uma forma como eu fosse a coisa mais incrível do mundo, e f***-se, eu sou incrível (...) Tão humana que, apesar dos danos que me causou, continuo aqui ao seu lado. Estou e continuarei a estar, mas de outra forma. (...) Amo-o e sempre o amarei, quem diz que o amor se esquece, ou se está a auto-enganar ou não amou de verdade. Mas amo-me mais a mim, respeito-me e valorizo-me muito", escreveu na carta agora publicada. 

Com esta carta, a modelo encerra um capítulo que, como ela mesma escreveu, "começou a 18 de maio de 2015". Os dois casaram-se um ano depois, em abril de 2016, numa cerimónia privada em Paris. 

Dani Alves foi detido a 20 de janeiro, depois de um regresso a Espanha para o funeral da sogra. Foi de imediato levado a tribunal e está desde então preso preventivamente, em Barcelona, por suspeita de ter violado uma jovem de 23 anos na madrugada de 30 de dezembro de 2022. 

A defesa do jogador tem visto frustradas as suas tentativas de alterar a prisão preventiva e o facto de todos os intervenientes já terem sido ouvidos, as autoridades terem recolhido todas as provas no local e a vítima ter sido de imediato atendida num hospital, cujo relatório aponta para sinais de violência, jogam contra Dani Alves, fará com que o julgamento deva começar ainda este ano. Obrasileiro pode ser condenado até 12 anos de prisão.

Relacionados

Europa

Mais Europa

Mais Lidas

Patrocinados