«Golo anulado? Se fosse o Sporting a marcá-lo, a minha opinião era mesma: foi limpo»

1 mar, 00:05

Roger Schmidt diz não entender que regra o árbitro Fábio Veríssimo utilizou para anular o golo a Di Maria

Roger Schmidt, treinador do Benfica, em declarações no final da derrota (2-1) no dérbi com o Sporting, para a Taça de Portugal:

«O golo anulado não foi apenas uma decisão do VAR. O VAR chamou o árbitro, porque pensa que houve uma decisão claramente errada, e no final o árbitro é que decide que o golo não limpo. Se virem bem a situação, quando o Di Maria remata à baliza, o guarda-redes tem uma visão totalmente aberta e vê exatamente como é a trajetória da bola. O Tengstedt não estava à frente dele nesta situação. Por isso expliquem-me como ele interferiu com o guarda-redes. Em nada, nada. Não sei que regra usaram para tomar a decisão. Mesmo que fosse ao contrário, que este golo tivesse sido do Sporting, para mim é um golo limpo. Não estou a dizer por ter sido um golo nosso. Na minha opinião foi um golo claro.»

Relacionados

Benfica

Mais Benfica

Mais Lidas

Patrocinados