ASAE desmantela matadouro ilegal em exploração pecuária de Torre de Moncorvo

Agência Lusa , PP
25 jun, 12:49
ASAE (Foto: Facebook Polícia de Segurança Pública)

Foram também apreendidas 17 carcaças de cordeiro

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) desmantelou um matadouro ilegal numa exploração pecuária de Torre de Moncorvo, no distrito de Bragança, tendo apreendido 17 carcaças de cordeiro, foi hoje anunciado.

Segundo um comunicado da autoridade, a apreensão foi realizada na sequência de uma operação de fiscalização da Brigada da Unidade Regional do Norte – Unidade Operacional de Mirandela e fonte da ASAE acrescentou à Lusa que decorreu em Torre de Moncorvo, numa "ação realizada há cerca de uma semana".

"No decurso da intervenção foi constatado que ali se procedia ao abate de animais de forma ilícita, camuflada, em local não licenciado para o efeito e sem condições de higiene adequadas, não sendo os animais sujeitos à inspeção sanitária obrigatória para despiste de doenças", pode ler-se no comunicado.

De acordo com a autoridade, foi também apreendido "diverso material de abate, nomeadamente facas, cutelos, ganchos, brincos e uma balança digital", e "o valor total da apreensão ascende a 950 euros".

Foi também instaurado um processo-crime "por abate clandestino e suspeita de utilização de carimbo falso".

No decorrer da operação, foi ainda possível "verificar a existência de uma carcaça de cordeiro numa arca de refrigeração que ostentava o carimbo de um estabelecimento de abate, havendo indícios da contrafação das marcas oficiais usadas pela inspeção sanitária".

"A ASAE continuará a desenvolver ações de fiscalização, no âmbito das suas competências, em todo o território nacional, em prol de uma sã e leal concorrência entre operadores económicos, na salvaguarda da segurança alimentar e saúde pública dos consumidores", é referido na nota.

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados