Will Smith fala sobre estalo dos Óscares e afirma estar "profundamente arrependido"

CNN Portugal , FMC
29 jul, 19:21
Will Smith subiu ao palco para "bater" em Chris Rock (AP)

Recorrendo, mais uma vez, às redes sociais, Smith, através de um vídeo, reitera que o seu comportamento foi "inaceitável" e volta a pedir desculpa a todos os lesados

O ator Will Smith voltou a pronunciou-se, esta sexta-feira, sobre o momento inusitado, em plena cerimónia dos Óscares, em que se levantou e deu uma estalada ao apresentador e comediante Chris Rock. 

Recorrendo ao Instagram, o ator publicou um vídeo, com cerca de 5 minutos e 44 segundos, em que responde às questões feitas nos últimos meses sobre o incidente e em que reitera pedidos de perdão não só a Chris Rock, mas a todos os lesados.

 

No início do vídeo, antes de Will aparecer, lê-se: "Passou um minuto. Nos últimos meses tenho pensado muito e trabalhado em mim... Fizeram muitas perguntas justas e eu quis tirar um tempo para as responder."

A primeira pergunta escolhida é a razão pela qual não pediu desculpa ao apresentador quando, mais tarde na cerimónia, fazia o seu discurso de aceitação da estatueta dourada de melhor ator pela atuação em "King Richard: Para Além do Jogo". 

"Naquele momento estava confuso. Tentei falar com o Chris e a mensagem que obtive é que ele não está preparado para falar. Quando estiver, ele entrará em contacto", explicou. Smith dirigiu-se diretamente ao comediante, voltando a pedir desculpa e assumindo que o seu comportamento "foi inaceitável". O ator diz estar disponível para falar quando e se Rock se sentir pronto.

Além do comediante, Will Smith dirigiu-se à família de Chris, nomeadamente à mãe e ao irmão Tony Rock, com quem tinha uma "relação fantástica" e que participou na série norte-americana "All of us" criada por Will e Jada Smith, para, mais uma vez, pedir desculpa.  

Ao longo do discurso, o ator reconhece ter errado e admite "não existir nenhuma parte sua que pense que aquela foi a forma correta de se comportar naquele momento. Nenhuma parte pensa que essa é a forma ideal de lidar com um sentimento de desrespeito ou com um insulto".

Uma vez que a agressão decorreu depois do apresentador fazer uma piada dirigida a Jada Smith, outra questão mencionada é sobre se depois do "revirar de olhos de Jada, ela lhe terá dito para fazer alguma coisa. Will responde prontamente que não e que foi uma escolha individual, aproveitando para lamentar o sucedido, dirigindo-se ainda à mulher e aos filhos, arrependendo-se da atenção que todos receberam como consequência. 

Estende ainda os pedidos de desculpa aos que também estavam nomeados na mesma noite: "realmente parte-me o coração ter roubado e manchado o vosso momento."

 "E é do género, estar arrependido realmente não é suficiente", lamenta.

A última questão a que Smith responde remete-o para todos os que o idolatravam e que se sentiram desiludidos por esta atitude. Mais uma vez, afirma estar "profundamente arrependido" e magoado por ter dececionado tantas pessoas. Contudo, argumenta que está a fazer um trabalho pessoal para melhorar e para não se ver como uma "vergonha".

"Mas prometo-vos que estou profundamente dedicado e comprometido a voltar a pôr luz, amor e alegria no mundo. E, sabem, se aguentarem, seremos amigos outra vez", conclui.

O momento protagonizado por Will Smith ocorreu na última edição da cerimónia de prémios, a 28 de março. Durante a cerimónia o apresentador e comediante Chris Rock fez uma piada sobre a falta de cabelo da mulher de Will, Jada Smith, que sofre de uma doença autoimune, a alopécia areata. Will, que estava junto da mulher, levantou-se do seu lugar e deu um estalo no apresentador, num momento que acabou por marcar a cerimónia. A polémica gerou um intenso debate sobre a aceitação da violência e os limites do humor.

Esta não é a primeira vez que Will pede desculpa pelo sucedido. Antes desta publicação, a sua última partilha no Instagram era uma declaração escrita em que frisava estar envergonhado e pedia perdão a Chris, à Academia, à família Williams e a todo o público que assistiu à cerimónia.

Relacionados

Artes

Mais Artes

Patrocinados