A piada de Chris Rock que fez Jada Pinkett Smith revirar os olhos e Will Smith dar-lhe um estalo

28 mar, 10:19

Apresentador levou uma bofetada do ator em plena cerimónia dos Óscares depois de ter feito uma piada com Jada Pinkett Smith, que sofre de alopécia, e o filme G.I. Jane, no qual Demi Moore teve de rapar a cabeça para dar vida à tenente Jordan O'Neill

"Jada, adoro-te. Mal posso esperar por ver-te no G. I. Jane 2". A frase, dita em jeito de piada por Chris Rock, apresentador dos Óscares, deu início ao momento insólito da cerimónia deste ano.

Para quem não percebeu a piada, G.I. Jane é um filme de 1997, de Ridley Scott, que conta com Demi Moore no papel principal. O filme conta a história da tenente Jordan O'Neill, a primeira mulher a completar o treino nos Fuzileiros e que, para ser admitida na Marinha, tem de rapar a cabeça e acaba por esconder a sua feminilidade. 

Ora, Chris Rock, ao ver Jada Pinkett Smith, que sofre de alopécia, uma doença autoimune que leva à perda de cabelo, de cabeça rapada, aproveitou para fazer a piada como quem pede um remake do filme, por causa da falta de cabelo da atriz.

A plateia ria de forma desconfortável e Jada revirou os olhos. 

"Esta foi boa", afirmava Chris Rock, como que a incentivar a plateia a rir-se.

Will Smith até começou por sorrir, mas, depois de ver o desconforto da mulher, levantou-se, com Rock na mira.

"Oh, oh", exclamou o apresentador, a rir, enquanto via o ator aproximar-se, sem prever o que aí vinha. E o que aconteceu foi uma estalada, audível nas câmaras, na cara de Chris Rock

"Wow, o Will Smith acabou de me bater". 

"Mantém o nome da minha mulher fora da merda da tua boca!", gritava Will Smith da plateia.

"Oh, wow".

E Smith voltou a repetir: "Mantém o nome da minha mulher fora da merda da tua boca!".

Chris Rock, que nunca abandonou o palco, fez-se ouvir: "Vou fazê-lo, ok?"

O Dolby Theatre ficou em suspenso, silencioso, perante o que tinha acabado de acontecer e coube ao apresentador quebrar o gelo. 

"Isto foi a melhor noite da história da televisão".

Will Smith permaneceu sentado junto da mulher, tendo sido acalmado por vários atores presentes na sala, como Denzel Washington, Tyler Perry e Bradley Cooper. 

Entre o público e a imprensa acreditada, gerou-se a dúvida sobre se o que tinha acontecido fora combinado e fazia parte do número de comédia de Rock que, segundo a polícia, recusou apresentar queixa contra Will Smith. 

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Artes

Mais Artes

Patrocinados