Saiba tudo sobre o Euro aqui

Homenagens, ovações e o erguer do título: foi assim a festa de campeão do Sporting

18 mai, 22:44

Luís Neto e Antonio Adán despediram-se dos adeptos, numa noite que terminou com a habitual «volta olímpica» no relvado do Estádio José Alvalade

A primeira parte da festa já tinha acontecido há duas semanas, no Marquês de Pombal, mas este sábado foi a vez de festejar com os adeptos no palco mais importante de todos... o Estádio José Alvalade.

Depois do triunfo por 3-0 sobre o Desp. Chaves, a contar para a última jornada do campeonato, a comitiva leonina oficializou a conquista da Liga com o levantar do troféu, no centro do relvado. Luís Neto e Antonio Adán (dois jogadores que se despediram dos adeptos este sábado) juntaram-se ao capitão dos leões, Coates e juntos ergueram o troféu mais importante de clubes, em Portugal.

Além disso, existiram outros momentos altos da noite, a começar precisamente pelo último jogo de Luís Neto com a camisola do Sporting, assim como a despedida de Adán do clube. O defesa português, antes de mais, recebeu um vídeo com os melhores momentos pelos leões e foi ainda «brindado» com a emoção do filho e da esposa, desfeitos em lágrimas, ao assistir às imagens do pai.

Quanto ao guardião espanhol, o discurso ficou marcado por uma palavra que é sinónimo de festa e que foi dita pelo filho do próprio. Numa tentativa de «roubar» o protagonismo ao pai, agarrou no microfone e juntou-se aos adeptos que estavam a gritar bem alto «Campeões».

Ora, terminados os festejos no centro do relvado, os jogadores juntaram-se perto dos bancos, para tirar algumas fotografias com as respetivas famílias. À parte dos demais e como foi hábito durante a época, Gyökeres destacou-se, agarrou no título e com a energia que lhe é característica (já tinha protestado com o árbitro por ter apenas dado dois minutos de compensação) correu em direção aos adeptos para celebrar.

Depois, seguiu-se uma cerimónia organizada pelo clube, que juntou balões, imagens marcantes da época leonina e o troféu a ser transportado por Paulinho (o mítico roupeiro do clube) até ao centro do relvado.

Os jogadores juntaram-se aos adeptos para cantar o habitual «Mundo Sabe Que» à capela e, entre os festejos, Paulinho foi um dos reis da festa, com a habitual música criada em especial para o avançado português, que levou à loucura todo o estádio.

Foi assim a noite do leão, que oficializou a conquista da Liga e aponta agora baterias à final da Taça de Portugal, com o FC Porto, no próximo dia 26 de maio.

Relacionados

Sporting

Mais Sporting

Patrocinados