Galamba otimista em acordo com sindicato dos revisores para travar greve da CP

Agência Lusa
25 jul, 19:29
Ministro das Infraestruturas, João Galamba, visita Centro de Controlo de Tráfego da Infraestruturas de Portugal (Manuel de Almeida/Lusa)

O ministro das Infraestruturas, João Galamba, afirmou esta terça-feira que prosseguem as conversações com os representantes sindicais dos trabalhadores das bilheteiras e revisões da CP, manifestando-se otimista que seja possível chegar a acordo e evitar a greve.

Questionado sobre notícias que indicavam que o seu ministério já tinha chegado a acordo com o Sindicato Ferroviário de Revisão Comercial Itinerante (SFRCI), faltando apenas o aval das Finanças para o mesmo ser fechado, João Galamba não as confirmou, afirmando que as negociações decorrem.

"Não confirmo, de todo, essa notícia. Confirmo, isso sim, que estamos em conversações, como sempre temos estado com os sindicatos todos, e em concreto (o SFRI é), neste momento, o último com que falta chegar a acordo, mas continuamos a acreditar e (estamos) otimistas de que é possível chegar a acordo e evitar a manutenção de greve", referiu João Galamba.

O ministro das Infraestruturas falava à margem de uma visita ao Centro de Controlo de Tráfego (CCT) da Infraestruturas de Portugal (IP) que funciona nas instalações junto à ponte 25 de Abril, tendo precisado ser "da maior importância" que seja possível chegar a acordo e evitar a realização da greve que abrange o período durante o qual Lisboa acolhe a Jornada Mundial da Juventude (JMJ).

O SFRCI marcou greve para o período compreendido entre as 00:00 de 21 de julho e as 23:59 do dia 6 de agosto, com a CP a alertar para perturbações na circulação ferroviária, em todos os serviços, "com possível impacto no dia seguinte ao período da greve, a 7 de agosto".

Foram definidos serviços mínimos para comboios de longo curso e regional para os dias entre 31 de julho e 6 de agosto de 2023.

Por outro lado, o jornal Público noticiou esta terça-feira que a operadora ferroviária estatal espanhola Renfe pretende lançar um novo serviço internacional transfronteiriço que ligue a Extremadura a Évora, referindo que a CP terá sabido deste tema através dos meios de comunicação social. Questionado sobre esta matéria, João Galamba disse apenas que a prioridade do Governo, neste momento, é terminar a ligação Évora-Elvas.

"O Governo neste momento está, sobretudo, empenhado em terminar a ligação Évora-Elvas, sem a qual nenhum debate dessa natureza pode ocorrer", disse salientando que, como tem sido dito, "assim que estiverem reunidas as condições para que a retoma das ligações internacionais seja possível, ela deve ocorrer".

Relacionados

Governo

Mais Governo

Patrocinados