Governo quer ouvir com urgência Alta-Comissária para as Migrações sobre acolhimento em Setúbal

Agência Lusa , CM
29 abr, 13:43
350 refugiados chegam a Portugal na caravana “Missão Ucrânia” (Rodrigo Antunes / Lusa)

Secretária de Estado da Igualdade e Migrações quer ouvir alta-comissária com urgência

O Governo já pediu esclarecimentos ao Alto Comissariado para as Migrações (ACM) sobre a denúncia de que refugiados ucranianos estão a ser recebidos em Setúbal por russos pró-Kremlin através da autarquia, liderada pelo PCP.

A secretária de Estado da Igualdade e Migrações enviou, esta sexta-feira, o pedido à Alta-Comissária, Sónia Pereira, com caráter de urgência, de acordo com o gabinete de Sara Guerreiro.

A governante “pediu também esclarecimentos aos parceiros locais do ACM , como a Rede de Centros Locais de apoio à integração de migrantes e associações locais”, acrescenta o comunicado.

A notícia desta sexta-feira do semanário Expresso refere que os funcionários russos da Câmara de Setúbal, que são responsáveis pela Linha de Apoio aos Refugiados (LIMAR), estão a fotocopiar os documentos destes cidadãos ucranianos, entre os quais passaportes e certidões das crianças, já depois de a CNN Portugal ter revelado há duas semanas a teia de ligações a Putin de associações que estão a acolher refugiados ucranianos em Portugal.

O PSD e a Iniciativa Liberal já requereram, entretanto, a audição do presidente de Câmara Municipal de Setúbal na Assembleia da República para esclarecer as notícias.

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Política

Mais Política

Patrocinados