Pedro Nuno diz que Passos ainda não percebeu que maioria do povo chumbou a sua governação

Agência Lusa , MJC
19 dez 2023, 22:10

Secretário-geral do PS acusou o antigo presidente social-democrata de querer ofender António Costa: "não vamos perder tempo em responder às ofensas de Pedro Passos Coelho", disse Pedro Nuno Santos

O líder socialista eleito, Pedro Nuno Santos, acusou  o antigo presidente do PSD Pedro Passos Coelho de ter ofendido o primeiro-ministro, considerando que ainda não percebeu que há oito anos a maioria do povo “chumbou a sua governação”.

“O antigo líder do PSD, Pedro Passos Coelho, faz hoje uma declaração ao país para dizer duas coisas. Uma delas para ofender pessoalmente o primeiro-ministro português. Nós não vamos perder tempo em responder às ofensas de Pedro Passos Coelho”, disse Pedro Nuno Santos durante o seu discurso no jantar de Natal do grupo parlamentar do PS.

Com os principais rostos socialistas a ouvir a sua intervenção - incluindo o primeiro-ministro e líder cessante do PS, António Costa – o novo líder do PS atirou diretamente a Pedro Passos Coelho: “Nós percebemos que ele nunca percebeu que há oito anos a maioria, a maioria do povo português rejeitou e chumbou a sua governação”.

“O segundo grande objetivo foi para defender um entendimento do PSD com o Chega. Não é nenhuma novidade. Já tínhamos assistido ao que o PSD fez nos Açores”, criticou. Para Pedro Nuno Santos, o antigo primeiro-ministro e ex-líder dos sociais-democratas “apenas veio dizer aquilo que o líder do PSD também quer, mas não consegue assumir”.

“O líder do PSD, que não consegue assumir ao que vem e o que quer fazer caso não consiga condições para governar, é um líder do PSD que também não consegue decidir”, acusou.

Segundo o novo secretário-geral socialista, Luís Montenegro “nem sequer precisa de ir para o Governo” para se perceber “que ele não tem capacidade de decisão”. “Está ainda na oposição e na oposição mostra a hesitação e a incapacidade de decidir”, considerou, dando como exemplos a localização do novo aeroporto de Lisboa e as questões da alta velocidade.

Relacionados

Partidos

Mais Partidos

Patrocinados