Autoridades investigam passado do professor do 1.º Ciclo suspeito de abuso sexual de alunos, que deu aulas em várias escolas do Norte

9 mai, 14:37

Um professor do ensino básico da Póvoa de Lanhoso está acusado de dois mil crimes de abuso sexual de crianças e pornografia de menores. O homem de 50 anos vai aguardar julgamento em prisão preventiva. 

Em causa estarão comentários sexuais e insinuações, mas também toque impróprios às crianças dentro da sala de aulas.

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Mais Vistos

Patrocinados