Maria Graça Bessa, fundadora da Academia de Dança Contemporânea de Setúbal, morreu aos 84 anos

Agência Lusa , HCL
19 jun 2023, 23:37
Dança

Tornou-se uma figura incontornável da cultura na cidade de Setúbal e no país desde o final do século passado, foi distinguida em 1999 pelo então Presidente da República Jorge Sampaio com o grau de Comendador do Mérito

A fundadora da Academia de Dança Contemporânea de Setúbal, Maria Graça Bessa, morreu esta segunda-feira nas Caldas da Rainha, aos 84 anos, revelou à agência Lusa fonte da direção da academia.

Nascida a 12 de julho de 1938, Maria Graça Bessa iniciou os estudos de ballet em Lisboa e prosseguiu a aprendizagem em Londres, tendo desenvolvido a maior parte da sua carreira como bailarina do Ballet Gulbenkian.

Em 1982, Maria Graça Bessa, juntamente com o marido, António Rodrigues, fundou a Academia de Dança Contemporânea de Setúbal, que ambos dirigiram desde a data da fundação até 2003, com o objetivo de proporcionarem aos alunos a possibilidade de adquirirem a proficiência necessária ao desempenho da profissão de bailarino, para que pudessem competir no mercado internacional.

Dez anos depois, na sequência do trabalho desenvolvido, Maria Graça Bessa e António Rodrigues fundaram também a CeDeCe (Companhia de Dança Contemporânea) em Setúbal, que mais tarde, devido à insuficiência de apoios financeiros, decidiram transferir para Alcobaça.

Foi também homenageada pela Câmara Municipal de Setúbal por Mérito Cultural, em 1992, e recebeu o Troféu Costa Azul por Serviço Público no domínio da cultura, atribuído pela Região de Turismo de Setúbal, em 2002.

Artes

Mais Artes

Mais Lidas

Patrocinados