Kaja aponta "guerra na Europa" como principal desafio à frente da diplomacia

Agência Lusa , PP
27 jun, 23:27
A primeira-ministra da Estónia, Kaja Kallas (AP Photo/Sergei Grits)

“A guerra na Europa, o crescimento da instabilidade na nossa vizinhança e globalmente são os principais desafios da política externa europeia”, reconheceu a primeira-ministra da Estónia

A primeira-ministra da Estónia, Kaja Kallas, apontou hoje a "guerra na Europa" e a crescente "instabilidade" regional como "principais desafios" diplomáticos dos 27, após ser eleita alta-representante da União Europeia para os Negócios Estrangeiros.

“Sinto-me honrada pelo apoio do Conselho Europeu, isto é uma enorme responsabilidade neste momento de tensões geopolíticas”, disse Kaja Kallas num comunicado divulgado na rede social X.

“A guerra na Europa, o crescimento da instabilidade na nossa vizinhança e globalmente são os principais desafios da política externa europeia”, reconheceu a primeira-ministra da Estónia, que vai ser a sucessora do socialista espanhol Josep Borrell.

“O meu objetivo é trabalhar para alcançar a unidade europeia, proteger os interesses e valores da União num contexto geopolítico alterado, e construir parcerias globais”, completou.

Kaja Kallas acrescentou que espera receber o apoio dos eurodeputados, quando o colégio de comissários passar pelo crivo do Parlamento Europeu.

Em simultâneo, a primeira-ministra da Estónia felicitou António Costa pela eleição para presidente do Conselho Europeu e Ursula von der Leyen para a Comissão Europeia.

O ex-primeiro-ministro português, foi hoje eleito pelos chefes de Estado e de Governo da União Europeia como presidente do Conselho Europeu para um mandato de dois anos e meio, foi anunciado em Bruxelas.

De acordo com fontes diplomáticas, a decisão foi adotada numa reunião do Conselho Europeu, em Bruxelas, na qual os líderes da União Europeia (UE) propuseram também o nome de Ursula von der Leyen para um segundo mandato à frente da Comissão Europeia, que depende porém do aval final do Parlamento Europeu, e nomearam ainda Kaja Kallas, para chefe da diplomacia, sujeita à eleição pelos eurodeputados de todo o colégio de comissários.

Europa

Mais Europa

Mais Lidas

Patrocinados