Ama suspeita de maus-tratos a criança em Mafra sujeita a termo de identidade e residência

Agência Lusa , AM
19 jun, 08:23
Crianças

Criança de 15 meses foi sujeita a "diversas sevícias físicas e psicológicas”

Uma ama, de 67 anos, suspeita de maus-tratos a uma criança de 15 meses em Mafra, no distrito de Lisboa, ficou sujeita a termo de identidade e residência, segundo a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL).

A vítima, uma criança de 15 meses de idade, foi, segundo uma nota publicada na terça-feira na página da Internet a PGDL, “alvo de diversas sevícias físicas e psicológicas” enquanto esteve sob o cuidado e responsabilidade da ama.

Em dia 28 de maio, a arguida, ficou sujeita às medidas de coação de obrigação de permanência na habitação e proibição de contactos com crianças até aos seis anos de idade por se encontrar “fortemente indiciada da prática de crime de maus-tratos a menor”.

A mulher de 67 anos tomava conta de crianças com idades compreendidas entre os três meses e os cinco anos de idade, atividade que exercia de forma informal na sua residência.

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados