Amorim: «Varandas? O míster Jorge Jesus tem toda a razão»

Ricardo Gouveia , Estádio de Alvalade
18 mai, 22:52
Sporting-Portimonense (LUSA)

Treinador concorda que o presidente é o grande responsável pelas mudanças que permitiramj ao Sporting regressar aos títulos

Ruben Amorim fez um primeiro balança da excecional temporada do Sporting, no final da festa que se seguiu ao triunfo sobre o Desp. Chaves, na última jornada da Liga, mas o treinador faz questão de lembrar que ainda falta disputar a final da Taça de Portugal. O treinador comentou ainda as recentes palavras de Jorge Jesus em relação às mudanças no clube de Alvalade.

«Vamos recordar uma equipa que jogou muito bem, que atingiu um número de pontos muito grande, que marcou muitos golos e não sofreu assim tantos. Mas acho que temos de esperar mais uma semana para saber como vamos relembrar esta equipa», começou por enunciar o treinador em conferência de imprensa.

O treinador falou depois da Taça de Portugal e lembrou que o Sporting não conquista uma dobradinha há 22 anos. «Penso que há 22 anos que o Sporting não faz a dobradinha e, portanto, acho que vai ter um impacto muito grande em como vamos recordar esta equipa. De certeza que esta equipa fica na história do Sporting, com alguns jogadores da formação. Sente-se no balneário, o sentimento do que é crescer neste clube. Acho que é uma equipa que vai ficar na história, vamos relembrar bons momentos desta época», acrescentou.

Jorge Jesus disse há poucos dias que Frederico Varandas, presidente do Sporting, é o grande responsável pelas mudanças que permitiram ao Sporting regressar ao trilho dos títulos. Ruben Amorim concorda com o seu antigo treinador.

«É justo dizer isso, o míster Jesus tem razão. Nenhum de nós estaria cá se não fosse o presidente. Os resultados ajudaram a criar essa ligação, mas é justo dizer que o grande obreiro da mudança no Sporting é o presidente. Sinto-me mais uma peça aqui. Sinto-me uma peça importante, porque me fizeram sentir importante, seguraram-me nos momentos mais difíceis, é o grande segredo para conseguirmos ter dado a volta na época passada. Sinto-me mais uma peça, como os meus colegas, com uma responsabilidade diferente. Penso que míster Jesus tem razão», destacou ainda.

Relacionados

Sporting

Mais Sporting

Patrocinados