Bélgica interrompe produção de chocolates Kinder após casos de salmonella

8 abr, 14:45
Kinder surpresa Maxi (Direitos Reservados)

Agência belga de segurança alimentar apela que sejam devolvidos todos os produtos 'Kinder Surpresa', 'Kinder Surpresa Maxi','Kinder Mini Eggs' & 'Schoko-bons', independentemente da data de confeção e validade

A Bélgica vai interromper a produção de chocolates Kinder após vários casos de infeção por salmonella, de acordo com informação avançada pela AFP.

A agência belga de segurança alimentar (AFSCA) ordenou esta sexta-feira a interrupção da produção de chocolates que estiveram na origem de vários surtos de salmonelose, lamentando "as informações incompletas" fornecidas pela gigante italiana de confeitaria Ferrero.

"Após serem levadas a cabo as investigações necessárias, concluiu-se que as informações avançadas pela Ferrero estão incompletas. Por isso, a AFSCA retirou a autorização das produções da Ferrero em Arlon", especifica a empresa, através de comunicado.

A mesma nota apela a que sejam devolvidos todos os produtos 'Kinder Surpresa', 'Kinder Surpresa Maxi','Kinder Mini Eggs' & 'Schoko-bons', independentemente da data de confeção e validade.

Lembre-se que vários produtos da marca Kinder foram retirados do mercado português, francês e britânico devido ao aparecimento de casos de intoxicação por salmonella. O primeiro surto foi identificado na passada segunda-feira, em 57 pessoas, no Reino Unido.

Em Portugal, os produtos mencionados foram retirados como medida "de máxima precaução".

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Europa

Mais Europa

Patrocinados