Rui Pinto sobre condenação: "Terei muito para dizer acerca desta decisão, mas não será hoje o dia"

CNN Portugal , AM com Lusa
11 set 2023, 22:29
Rui Pinto

Hacker foi condenado a quatro anos de prisão e a pagar mais de 22 mil euros em indemnizações

Rui Pinto reagiu, esta segunda-feira à noite, à condenação a quatro anos de prisão, com pena suspensa, no julgamento do processo Football Leaks. Numa publicação no X, o hacker afirmou que terá "muito para dizer acerca desta decisão, mas não será hoje o dia".

Rui Pinto foi ainda condenado a pagar indemnizações que totalizam 22.078 euros, com o advogado João Medeiros a ser o destinatário de 15 mil euros, na sequência da publicação da sua caixa de e-mail no blogue Mercado de Benfica. Tem ainda de pagar 3.000 euros à Doyen e 2.039 euros, respetivamente, aos advogados Rui Costa Pereira e Inês Almeida Costa.

O tribunal considerou ainda não haver condições para uma atenuação especial da pena, ao lembrar que as “exigências de prevenção geral também se mostram elevadas” face aos factos praticados neste processo, refutando ainda a tese da alegada existência de outros colaboradores e vinculando-o ao Mercado de Benfica.

Rui Pinto, de 34 anos, foi acusado pelo Ministério Público de 90 crimes: 68 de acesso indevido, 14 de violação de correspondência, seis de acesso ilegítimo, visando entidades como o Sporting, a Doyen, a sociedade de advogados PLMJ, a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e a Procuradoria-Geral da República (PGR), e ainda por sabotagem informática à SAD do Sporting e por extorsão, na forma tentada. Este último crime diz respeito à Doyen e foi o que levou também à pronúncia do advogado Aníbal Pinto, que foi condenado a uma pena de dois anos de prisão com pena suspensa, com o tribunal a entender que procuraram obter “um enriquecimento ilícito” à custa do fundo de investimento. Os juízes decidiram também que tem de pagar 2.500 euros à Doyen.

Relacionados

Crime e Justiça

Mais Crime e Justiça

Patrocinados