Mundial 2022: Inglaterra-Irão, 6-2 (crónica)

21 nov, 15:32

Meia duzia para os «Três Leões»

A estreia do Irão no Mundial, frente a Inglaterra, começou em blackout e acabou num rápido knockout.

Ainda antes do apito inicial, os protestos que há várias semanas enchem as ruas do Irão chegaram ao Mundial.

No momento do hino iraniano, nas bacadas ouviram-se assobios. No relvado, nem pio. Nenhum jogador entoou o hino, num claro protesto contra a repressão que o povo tem sofrido.

E se era com o povo no pensamento que o Irão ia a jogo, como anunciou Queiroz na antevisão, nem houve tempo para o povo sonhar com uma alegria dada pelo futebol.

O KO da equipa de Carlos Queiroz começou quando, aos 9 minutos, o guarda-redes Alireza chocou com Hosseini, esteve quase dez minutos a receber assistência e acabou por ter de ser substituído, provavelmente com o nariz partido.

E após a saída do antigo guarda-redes do Boavista, que levou o treinador português a meter as mãos na cabeça, a equipa perdeu-se.

Se ainda aguentou o nulo durante dez minutos, o descalabro veio depois em dez minutos.

Bellingham abriu o marcador para a seleção dos «Três Leões» aos 35m, Saka aumentou a vantagem aos 43 e Sterling fez o terceiro ainda antes do intervalo.

 Na segunda parte, apesar das três mudanças feitas por Queiroz, o sentido do jogo não se alterou e o peso do resultado fez-se notar.

Saka bisou aos 62m, três minutos antes de Mehdi Taremi reduzir para o Irão com um bom remate na passada.

Contudo, no banco inglês havia mais fogo. Southgate mexeu na equipa e, 50 segundos depois de ter entrado em campo, Rashford marcou o quinto da seleção inglesa.

Jack Grealish, que entrou ao mesmo tempo que Rashford, fez Inglaterra chegar à meia-dúzia.

Já nos descontos dos descontos, o VAR alertou o árbitro para um penálti a favor do Irão e Taremi não tremeu e fechou o marcador com classe.

Um mal menor para o Irão. O prémio para o povo que sofre nas ruas do país, vai ter de esperar. Mas a seleção iraniana deixou claro que é mesmo por eles que está no Mundial.

 

 

Patrocinados