Portugal
Finalizado
2 - 1
Chéquia

França: Lille cai nos descontos e é ultrapassado pelo Brest

19 mai, 22:06

Nice gelou a fortaleza dos «Lobos» e Brest agarrou a qualificação direta para a Liga dos Campeões

O Lille falhou a qualificação direta para a Liga dos Campeões. Na noite deste domingo, na última jornada da Ligue 1, os «Lobos» empataram na receção ao Nice (2-2), para regozijo do Brest. Vamos por partes.

Diante do quinto classificado, os comandados de Paulo Fonseca encontraram-se em desvantagem ao décimo minuto. Servido por Boga, Gaetan Laborde tratou de instalar a preocupação nas hostes da casa.

Na etapa complementar, os anfitriões assumiram, definitivamente, o controlo das incidências, alcançando o empate aos 55m. Numa jogada delineada pela direita, Haraldsson capitalizou a passividade da defesa contrária.

Galvanizados pelo nervoso miudinho instalado nas bancadas, os «Lobos» completaram a reviravolta aos 74, por Benjamim André.

Até final, o Nice recusou-se a ser alvo da festa do Lille, pelo que adiantou unidades, forçou faltas e repôs a igualdade. Estavam decorridos 90+4m, quando Jordan Lotomba silenciou a fortaleza dos «Lobos».

Desnorteada, a turma de Paulo Fonseca sucumbiu à pressão, permitindo que Daouda Traoré completasse nova reviravolta. Todavia, o golo foi anulado por fora de jogo.

Assim, o Nice encerra o campeonato na quinta posição com 55 pontos. Por sua vez, o Lille é quarto, com 59 pontos, permitindo a fuga do Brest. Por isso, Paulo Fonseca disputará a terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões.

Entre os portugueses, apenas Ivan Cavaleiro foi a jogo, lançado ao minuto 90.

Festa na visita ao Toulouse

O Brest, por sua vez, celebrou a qualificação direta para a Champions. Quando o Lille estava em vantagem (2-1), o triunfo do Brest, por 0-3, na casa do Toulouse, não seria suficiente. Todavia, o empate tardio do Nice soltou a festa da equipa sensação da Ligue 1.

Ora, em casa do «Téfécé», os comandos de Eric Roy inauguraram o marcador aos 48m, por Mahdi Camará. Seis minutos volvidos, Amavi ampliou a vantagem.

Já sem Mathias Pereira Lage – substituído aos 82m – Kenny Lala sentenciou o encontro. Assim, o Brest encerra o campeonato no terceiro posto, com 61 pontos.

Por sua vez, o Toulouse – eliminado pelo Benfica na Liga Europa – termina a Ligue 1 num tranquilo 11.º posto. Em todo o caso, importa salientar que a segunda volta foi crucial para o «Téfécé» escapar à zona de despromoção. Foram 29 pontos acumulados desde janeiro.

IMAGENS ELEVEN NA DAZN.

Relacionados

Patrocinados