Esta região italiana paga-lhe para a visitar. A única condição é ficar mais de duas noites

CNN , Por Julia Buckley
15 out 2022, 10:00
Grado, um dos destinos que participam na iniciativa.

Há aldeias italianas que vendem casas pelo preço de um café, outras que lhe pagam para se mudar para lá e agora há uma região que lhe pagará apenas para a visitar.

Friuli Venezia Giulia, no extremo nordeste do país, reembolsará as viagens dos visitantes, se estes viajarem de comboio a partir de qualquer ponto da Itália. Se isso não for suficiente para o fazer embarcar, a região também lhe dará um cartão para aceder de forma gratuita a museus, transportes públicos e descontos noutros locais.

Grado é conhecida como a "mãe de Veneza" (Imagem Getty)

O único senão? Tem de ficar, pelo menos, duas noites. Mas isso não é um grande sacrifício nesta região, onde encontrará antigas cidades de arte, montanhas, quilómetros e quilómetros de regiões vinícolas e algumas das melhores praias de Itália.

A partir de 7 de outubro e até 31 de maio do próximo ano, a PromoTurismoFVG - o posto de turismo local - reembolsará as tarifas dos comboios domésticos dos viajantes que chegam às cidades de Trieste e Udine e às estâncias costeiras de Grado e Lignano Sabbiadoro, numa tentativa de promover viagens sustentáveis.

Lignano Sabbiadoro é uma das principais estâncias balneares do Adriático (Imagem Adobe Stock)

Os visitantes podem viajar em comboios Trenitalia (estatais), desde as linhas regulares regionais às linhas Intercity e às Frecce, de alta velocidade. Terá de reservar um pacote, incluindo alojamento num hotel aderente à iniciativa. Ao reservar um pacote de duas noites, o preço do bilhete do comboio de regresso será deduzido como desconto do total. Os hóspedes receberão também um FVGcard, que dá entrada gratuita e com desconto em museus e visitas guiadas.

Então, onde ir? Trieste é uma das grandes cidades do norte de Itália, embora nem pareça fazer parte de Itália. Anexada pelo império austro-húngaro, que fez dela o seu porto principal, só regressou a Itália após a Primeira Guerra Mundial. Isso significa que existe uma cultura de café ao estilo vienense, com faixas inteiras da cidade construídas pelos austríacos, assim como áreas mais antigas e até vestígios romanos.

Udine tem uma minoria eslovena protegida (Imagem Getty)

A interculturalidade de Udine, também parte do império austro-húngaro, tem uma minoria eslovena protegida, pelo que encontrará sinais escritos em ambas as línguas. É uma cidade majestosa, com obras de Caravaggio e Tiepolo no seu castelo transformado em museu e uma catedral que remonta ao século XIII.

Dos dois destinos de praia, Grado é conhecida como a "mãe de Veneza", construída em ilhas, numa lagoa a cerca de 120 quilómetros a nordeste de La Serenissima. Lignano Sabbiadoro é uma das principais estâncias balneares do Adriático, completa com o Terrazza a Mare, de 1969, um cais em forma de bolha que entra pelo mar.

Para aqueles que viajam para Trieste ou Udine, receberão um FVGcard de 48 horas para estadias de duas noites ou um FVGcard de uma semana para estadias de três dias ou mais. Isto dá-lhe acesso gratuito aos principais museus e visitas guiadas organizadas pelo ponto de turismo. Também inclui descontos para vários serviços, desde piscinas a teatros, e entrada gratuita ou reduzida a exposições especiais, como a exposição de Banksy, em Trieste, que decorre de novembro a abril.

Trieste tem a maior praça à beira-mar da Europa (Imagem Adobe Stock)

Quem escolher visitar as estâncias balneares de Grado ou Lignano Sabbiadoro, também receberá um cartão, embora haja menos museus para visitar perto das praias.

Há apenas uma coisa a ter em conta, os bilhetes de regresso têm de ser de e para uma das cinco estações: Latisana-Lignano-Bibione, Cervignano-Aquileia-Grado, Aeroporto de Trieste, Trieste Centrale ou Udine. Também tem de ficar num dos hotéis que aderiram à iniciativa e reservar mais de três ou cinco dias antes da viagem, dependendo do destino. Os feriados nacionais italianos estão excluídos da oferta.

Está na hora de visitar? Veja turismofvg.it/trenitalia.

Relacionados

Viagens

Mais Viagens

Na SELFIE

Mais Lidas

Patrocinados