Cidade turística italiana impõe multas a quem andar de tronco nu. “Basta de comportamentos indecorosos”

CNN | CNN Portugal , Jack Guy com CNN Portugal
11 jul, 20:31

Sorrento passou a aplicar multas de 25 a 500 euros a quem ande de tronco nu ou de fato de banho

O presidente da câmara de uma cidade turística italiana movimentou-se para impor multas a pessoas mal vestidas, argumentando com preocupações sobre “qualidade de vida”.

Massimo Coppola, presidente da câmara de Sorrento, anunciou multas que vão de 25 a 500 euros num post no Facebook publicado a 6 de julho.

“Basta de comportamentos indecorosos”, escreveu Coppola. “Foi por isso que assinei a portaria que proíbe as pessoas de andar por aí de tronco nu como em fato de banho”.

Os visitantes afloram à cidade, situada a sul de Nápoles, na costa ocidental de Itália, mas Coppola está farto da quantidade de pele exposta por alguns.

"Este tipo de comportamentos pode ser considerado como causa de mal-estar e desconforto tanto para os residentes de Sorrento como para os turistas", escreveu.

"Desta forma queremos proteger e melhorar a vivência da cidade, a qualidade de vida e o decoro dentro do centro da cidade e dos espaços públicos", acrescentou o presidente da câmara.

Publicação original do presidente da Câmara de Sorrento

Já esta segunda-feira, 11 de julho, Coppola congratulou-se de novo na sua página de Facebook com uma publicação que titulou em maiúsculas “Sorrento um exemplo de decoro e respeito”, citando uma notícia na Italia1 em que, garante, “Sorrento é mencionada como um exemplo de vivência”. E acrescenta: “Numa cidade onde a qualidade da hospitalidade é reconhecida internacionalmente, o respeito pelos lugares e pelo decoro urbano torna-se necessário”.

Sorrento situa-se na Península de Sorrentine, que é também o lar da Costa de Amalfi, um trecho da costa virada a sul.

As jóias de Positano, Amalfi e Ravello, com vistas mergulhadas no azul profundo do Mar Tirreno, ganharam a protecção da UNESCO em 1997.

Tal é a popularidade da península entre os veraneantes que as autoridades locais trouxeram novas regras para reduzir o tráfego turístico ao longo da costa, que se tornou um destino de viagem na estrada.

A partir de 15 de junho, um sistema alternado de matrículas significa que os carros só podem aceder ao famoso troço de 35 quilómetros entre Vietri sul Mare e Positano de dois em dois dias, durante as horas de ponta na época alta.

Apenas os veículos com matrículas terminadas num número ímpar podem utilizar a estrada em datas ímpares, enquanto aqueles com matrículas terminando num número par podem conduzi-la em datas pares.

Estas regras aplicam-se entre as 10h e as 18h durante todo o mês de agosto, mais os fins de semana de 15 de junho a 30 de setembro. A Semana Santa por volta da Páscoa, e as datas de 24 de abril a 2 de maio estão também incluídas.

Viagens

Mais Viagens

Na SELFIE

Patrocinados