Mundial-2002 ainda pode ir à Coreia do Norte

11 set 2000, 15:49

Depois da «união» entre Coreias nos Jogos Olímpicos

Um ou dois jogos da fase final do Campeonato do Mundo de Futebol de 2002, que vai decorrer no Japão e na Coreia do Sul, poderão realizar-se na Coreia do Norte, anunciou hoje em Sydney o secretário-geral da FIFA, o suíço Michel Zen-Ruffinen. 

A FIFA tinha anunciado que nenhum dos 64 jogos do mundial de 2002 se iria realizar na Coreia do Norte, mas o anúncio de que as duas Coreias iam desfilar juntas com uma única bandeira na cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos voltou a colocar a hipótese de pé. 

Este sinal de união entre as duas Coreias, após muitos anos de costas voltadas, abre novas e boas perspectivas para um futuro acordo em relação à competição de 2002.

Michel Zen-Ruffinen considerou que a passagem conjunta das delegações das duas Coreias «demonstra que as coisas estão a decorrer dentro do bom-senso» e revelou que as negociações entre os dois países prosseguem ainda hoje. 

Caso as duas partes cheguem a um consenso, a Coreia do Sul irá ceder dois dos 32 jogos à Coreia do Norte, onde o estádio de Pyongyang é apontado como o favorito para acolher os encontros.  

O secretário-geral, apesar de optimista, alertou para o facto, de após alcançar o acordo, ainda ser necessário a FIFA analisar se haverá condições para o concretizar.

Mais Lidas

Patrocinados