Portugal
19'
0 - 0
Chéquia

Reino Unido vai a eleições dia 4 de julho

22 mai, 16:31
O primeiro-ministro britânico, Rishi Sunak (AP)

País vai no segundo primeiro-ministro não eleito

O primeiro-ministro do Reino Unido anunciou esta quarta-feira que dia 4 de julho se vão realizar eleições gerais, confirmando a convocação de eleições à muito esperada, e que tinha de acontecer até ao início do próximo ano, quando acaba a legislatura em vigor.

A decisão de Rishi Sunak foi anunciada após uma reunião de governo que decorreu em Downing Street, e visa colocar a estabilidade em primeiro lugar, num país que vai no segundo primeiro-ministro não eleito, depois de Liz Truss ter sucedido a Boris Johnson.

Através da conta na rede social X, Sunak explicou que "tempos de incerteza pedem um plano claro e uma ação arrojada para desenhar um futuro seguro".

O ainda primeiro-ministro pediu que a escolha seja feita com base no partido que os eleitores entendem ter esse perfil.

Uma decisão surpreendente que vai colocar frente a frente o primeiro-ministro e líder do Partido Conservador, Rishi Sunak, e o líder do Partido Trabalhista, Keir Starmer, que espera conseguir fazer regressar o partido ao poder, depois de 14 anos de Downing Street conservador.

Esta é já vista como uma jogada de alto risco para Sunak, cujo partido parte cerca de 20 pontos percentuais atrás do maior rival, de acordo com a imprensa britânica. 

Europa

Mais Europa

Patrocinados