Gasóleo desceu 40 cêntimos em mês e meio e gasolina 30 cêntimos

ECO - Parceiro CNN Portugal , Mónica Silvares
12 dez 2022, 10:29
Shell (EPA)

Quando for abastecer, deverá pagar 1,548 euros por litro de gasóleo simples e 1,582 euros por litro de gasolina simples 95

Os preços dos combustíveis vão ter esta semana uma descida significativa, à semelhança do que aconteceu há três semanas. Assim, o gasóleo já acumula uma descida de 40 cêntimos no espaço de mês e meio e a gasolina de 30 cêntimos. Os preços ficam assim claramente abaixo dos valores pagos em bomba antes do início da guerra na Ucrânia.

Esta semana quando for abastecer deverá pagar menos 9,5 cêntimos por litro de gasóleo e menos sete cêntimos por litro de gasolina, avançou ao ECO fonte do mercado. Assim, quando for abastecer, deverá pagar 1,548 euros por litro de gasóleo simples e 1,582 euros por litro de gasolina simples 95, tendo em conta os valores médios praticados nas bombas na última segunda-feira, divulgados pela Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG). Estes preços já têm em conta os descontos aplicados pelas gasolineiras.

No entanto, os preços cobrados ao consumidor final podem variar consoante o posto de abastecimento.

Estes preços já têm em conta a nova revisão das medidas fiscais temporárias para ajudar a mitigar o aumento do preço dos combustíveis, que são atualizadas no início de cada mês. O efeito de mecanismo de compensação aplicado em dezembro levou a um agravamento da carga fiscal, que subiu 4,8 cêntimos no litro de gasóleo e 2,9 cêntimos no de gasolina face a novembro. Uma opção duramente criticada pelos partidos da oposição que gostariam que o Executivo tivesse optado por não reduzir os descontos do Imposto sobre os Produtos Petrolíferos (ISP) em dezembro.

Apesar dos receios iniciais, os preços acabaram por mexer menos de um cêntimo esta semana, por via da queda mais significativa dos preços do brent. O gasóleo, o combustível mais utilizado em Portugal, tem registado quedas consecutivas (são já oito semanas de decidas ininterruptas), sendo a mais significativa a de 21 de novembro. Já a gasolina desceu 30 cêntimos no mesmo intervalo de tempo, com duas semanas de ganhos sempre inferiores a um cêntimo (a 7 de novembro subiu 0,006 euros e a semana passada em virtude das alterações na carga fiscal subiu 0,004 cêntimos).

Mas, com as descidas previstas para esta semana, é preciso recuar a 10 de janeiro para encontrar o litro de diesel mais barato (1,541 euros) e no caso da gasolina à semana de 3 de maio de 2021 quando o valor foi exatamente o mesmo (1,582 euros, na semana anterior, de 26 de abril, tinha sido de 1,581 euros).

Dinheiro

Mais Dinheiro

Patrocinados