Euro 2024: Turquia-Geórgia, 3-1 (crónica)

18 jun, 18:57

Vitória turca e golos para E-Muldur-ar no museu da UEFA

A Turquia e a Geórgia inauguraram o Grupo F, de Portugal, na tarde desta terça-feira. Foi um jogo para recordar, entre duas equipas que imprimem muita intensidade no jogo, e com direito a grandes golos – com destaque para o tento de Arda Guler, jovem ‘pérola’ do Real Madrid. O jogo acabou com um triunfo turco, por 3-1.

Este era um verdadeiro confronto entre ‘David e Golias’. A Turquia é o país mais populoso em competição, com 84 milhões de habitantes, contra um dos mais países mais pequenos. A Geórgia tem quase quatro milhões e estreava-se em fases finais de Europeus nesta terça-feira.

A Geórgia chegou a este Europeu pela via da Liga das Nações. Venceu o seu grupo dessa competição, ganhando depois o Luxemburgo e a Grécia nos playoffs, numa conquista histórica para o país do Cáucaso.

RECORDE AQUI O FILME DO JOGO

A equipa de Willy Sagnol, antigo internacional francês, fazia-se valer pela solidariedade coletiva, com muita entreajuda e proximidade entre setores. Os georgianos apresentaram-se com o habitual 5-3-2, com muita gente no corredor central. Tentavam depois aproveitar o contra-ataque.

Já a Turquia assumiu as despesas da posse da bola e, composta por jogadores mais experientes, começou mais perigosa. Atirou uma bola ao poste logo aos dez minutos, por Kaan Ayhan. De primeira, o médio atirou forte e rasteiro, com a bola a embater na base do poste direito da baliza de Mamardashvili, guarda-redes do Valencia. Os turcos ameaçaram de bola parada, mas foi através de um grande remate que inauguraram o marcador.

Mert Muldur, jogador do Fenerbahçe, de José Mourinho, atirou um volley fortíssimo para o fundo das redes, de fora da área, aos 25 minutos de jogo. Um minuto depois, a Turquia metia a bola outra vez dentro da baliza georgiana, por intermédio do jovem Kenan Yildiz, a passe do benfiquista Kokçu, mas o extremo da Juventus estava em posição irregular.

No entanto, aos 32 minutos, a Geórgia atingiu o primeiro golo em Europeus. E que grande festa que houve. Kochorashvili, médio do Levante, levou a bola para a quina da área e cruzou rasteiro para Georges Mikautadze, uma das figuras dos georgianos, que encostou para dentro da baliza. O avançado do Metz ia marcando outro golo, logo a seguir, na pequena área. Desta feita, a bola passou a centímetros do objetivo.

A segunda parte começou com mais expectativa das duas equipas – a Turquia com bola, sem arriscar muito, e a Geórgia à espera de um erro. Os dois treinadores esperaram bastante até mexer na partida – a primeira substituição aconteceu aos 74 minutos – e o golo surgiu apenas num momento de brilhantismo individual.

Arda Guler, jovem médio ofensivo do Real Madrid, teve espaço e tempo para calibrar a mira e disparou um remate forte e bastante colocado para o ângulo superior direito da baliza georgiana. Grande momento do jovem, que teve uma época complicada (esteve lesionado dois terços da temporada).

A resposta não se fez esperar e Kochorashvili quase que marcava um golaço. O jogador do Levante, aos 89 minutos, tirou um adversário da frente, picando a bola, mas atirou ao travessão. Já nos descontos, o mesmo médio surgiu em frente ao guarda-redes, mas um colega atrapalhou-o. Foram os dois à mesma bola e acabaram sem o golo do empate.

O tempo de compensação foi louco, num dos jogos que proporcionaram melhor espetáculo até agora no Euro 2024. A Geórgia acertou no poste, após um ligeiro desvio do guarda-redes Gunok. O defesa Samet Akaydin tirou a bola em cima da linha e celebrou como se de um golo se tratasse. Segurou o triunfo, e a Turquia acabou por aumentar a vantagem. 

Na sequência de um canto, já com o guardião Mamardashvili na área adversária, os turcos contra-atacaram e o extremo Akturkoglu rematou para a baliza deserta. 3-1 final, com muita desilusão nos rostos dos georgianos e uma festa gigante da diáspora turca em Dortmund. 

Figura: Arda Guler

Poderá não ter sido um verdadeiro homem-do-jogo, mas o golo marcado pelo médio do Real Madrid, simplesmente extraordinário, consumou a vitória dos turcos face a uma Geórgia bastante ousada. Teve momentos de brilhantismo e foi um motor criativo para a sua equipa. 

O momento: Primeiro golo da Geórgia em Europeus

Os Europeus também são feitos disto, não apenas de vencedores e troféus. Mesmo que a Geórgia seja eliminada na fase de grupos, podem já regressar ao Cáucaso com a certeza de que fizeram história. O golo, de Mikautadze, foi bastante celebrado.

 

Relacionados

Euro 2024

Mais Euro 2024

Patrocinados