Caro Lukaku, vamos defender-te neste texto mas não te queríamos na nossa equipa

17 jun, 20:42
Lukaku

BÉLGICA 0-1 ESLOVÁQUIA || Vamos tentar defender Lukaku. Não é fácil mas também não é difícil

Tentar defender Lukaku: o melhor que se pode fazer depois deste jogo

"E VÃO CINCO, CINCO SÓ PARA ROMELU LUKAKU", diz o narrador do jogo na transmissão televisiva, usei as maiúsculas porque o narrador está numa espécie de gritaria estupefacta diante do quinto falhanço de Lukaku, "é inacreditável", acrescenta o comentador do jogo: as televisões têm pares (narrador+comentador) a seguir os jogos em direto, neste quinto falhanço do Lukaku o comentador manifesta com mais serenidade que o narrador a estupefação perante o que o avançado anda falhar, ainda assim o comentador não é brando nas palavras, "inacreditável", repete - mas como o comentador fala mais tranquilamente não preciso das maiúsculas -, entretanto o narrador faz uma observação adicional, "a Lukaku pede-se que marque um golo destes", o narrador está agora mais sossegado no volume, já não preciso de maiúsculas, mas reparem que o narrador não está nada sossegado com a eficácia do Lukaku.

Pelo que sei, o narrador não é belga mas parecia bastante indignado com Lukaku, portanto imagine-se o estado dos adeptos belgas, já o dos eslovacos nem é preciso imaginar, deu para ver: o realizador do jogo mostrou-os a celebrar nas bancadas o falhanço do Lukaku como se tivesse sido golo da Eslováquia e logo a seguir o realizador volta ao relvado e já só vemos Johan Bakayoko dentro da área, sai um remate, o guarda-redes deixa passar mas o eslovaco Hancko atira-se para a frente da bola e corta-a em cima da linha, Hancko atirou-se de tal maneira que bateu com a cabeça nas pernas de um companheiro de equipa, Hancko ficou em mau estado mas deixou o resultado eslovaco no estado que haveria de ser o definitivo, 0-1, "AINDA NÃO É DESTA, MAS ISTO É INACREDITÁVEL, AGORA FOI A VEZ DE BAKAYOKO, ELE FALHA INCRIVELMENTE", é o narrador de novo. Foi entre o minuto 60 e 62 que aconteceu isto tudo, mas há um esclarecimento que temos de fazer desde já - estamos do lado de Lukaku, vejamos: 

minuto 3, Doku arranca desde o seu meio-campo e varre adversários pelo caminho, chega à entrada da área eslovaca e dá para De Bruyne, que desvia para Lukaku, o avançado está na cara do guarda-redes e remata, acerta no peito do guarda-redes quando tinha tudo para acertar em todos os sítios da baliza em vez de no peito de Dubravka, instantes depois Doku (que jogador) faz um passe entrelinhas que deixa Lukaku na cara do guarda-redes, Lukaku corre naquele seu modo câmara-lenta enquanto o guarda-redes eslovaco sai da área, Lukaku não consegue rematar porque Dubravka atrapalha-o mas Lukaku consegue dar para o lado, aparece Trossard, Lukaku pede a bola, Lukaku faz sinal para que Trossard lhe dê a bola, Trossard devia dar a Lukaku, era o mais lógico, Trossard age como se não confiasse em Lukaku, decide passar a bola para o local onde nem estava Lukaku nem nenhum belga, Lukaku queixa-se, faz o gesto de dá-me a bola, Trosssard, dá-me a bola, ca*****;

minuto 20, erro grave do guarda-redes eslovaco, que está fora da área e faz um passe errado, a bola sobra para Trossard, Lukaku pede a bola, Lukaku ficaria só com dois defesas pela frente porque o guarda-redes já não iria a tempo, que faz Trossard?, ignora Lukaku, tenta o chapéu e tenta mal, falha, Lukaku protesta, faz o gesto de dá-me a bola, ca*****;

46 minutos de jogo, passe longo de um defesa belga para Doku, que entra na área, Doku pode dar para Lukaku, Lukaku está em posição favorável mas Doku decide não passar, Doku prefere fintar e depois rematar, a bola sai ao lado, Lukaku queria a bola, Lukaku pediu a bola antes do remate de Doku e continuou a pedi-la depois do remate, repete o gesto de passa a bola, ca*****.

Quando uma equipa não confia num dos seus, mesmo que esse dos seus tenha os seus defeitos, e Lukaku tem-nos certamente, há uma consequência bastante previsível: aquele de quem se desconfia deixa de ter contexto para se sentir confiante; com menos confiança vem tendencialmente mais desacerto e nervosismo de todos, dos que desconfiam e do desconfiado. E até mesmo quando o alegado tosco faz as coisas bem acaba a sofrer com isso, a ouvir ironias, vejamos: minuto 85, Castagne faz um atraso para Casteels, que dá para Debast (Debast deve ir para o Sporting, by the way), Debast  faz um passe longo para Openda, Openda tinha acabado de entrar, Openda está cheio de força, Openda recebe a bola, resiste a uma carga de Vavro, resiste a outra carga de Vavro, Openda acelera, Openda centra para o coração da área, aparece Lukaku, Lukaku remata, golo, o narrador diz "FINALMENTE HÁ LUKAKU EM JOGO, EMPATA, LUKAKU CONSEGUE EMPATAR", já sabem porque retomei as maiúsculas, mas a seguir ouve-se isto do narrador, "ERA QUASE IMPOSSÍVEL FALHAR ISTO E NÃO FALHOU", viram a crítica implícita?, o comentador sereno intervém, "bem, já vimos tantos impossíveis de falhar e falhou", viram a ironia explícita?, e não estou a criticar os comentadores, é só a opinião deles e parece que a de todos à minha volta, "o Lukaku é horrível", diz-me um camarada da CNN que sabe muito de bola, mas entretanto o VAR intervém, Openda tocou com a mão quando recebeu a bola de Debast, golo anulado, o comentador diz "isto é inacreditável, isto não existe", o narrador intervém, "não há golo, incrível", o comentador ri-se, o narrador manifesta-se, "este é daqueles jogos que podia ter 1000 minutos que a Bélgica iria perder por 1-0", o comentador continua a rir-se, "quem é da minha geração e da geração abaixo da minha conhecerá esta expressão, 'qué qué isso, ó meu?', sim, podiam estar 1000 minutos aqui, é incrível, é incrível", o jogo acaba entretanto e o narrador sublinha que "Lukaku falhou aos 2 minutos, aos 5, aos 41, aos 55 e aos 61, e teve mais dois golos anulados", sim, houve esse golo anulado aos 85 minutos e tinha acontecido outro aos 56 por fora de jogo muito estreito do próprio Lukaku, "Lukaku falhou aos 2 minutos, aos 5, aos 41, aos 55 e aos 61, e teve mais dois golos anulados", parece que a culpa é de um só culpado, não é: 

Lukaku falhou?, falhou pois mas Bakayoko falhou também o que parecia viável de marcar, falhou Trossard (tem tantos remates quanto Lukaku), falhou Doku porque é dele o erro que dá o golo da Eslováquia (mas ainda assim: que jogador que é), falhou a equipa toda porque há mais 10 em campo além de Lukaku, a Bélgica correu menos 7,2 km que os eslovacos no jogo todo e nos primeiros oito minutos da segunda parte a Bélgica ainda não tinha rematado uma única vez, estava a perder, a Eslováquia nesse período rematou duas vezes, estava a ganhar. Resumindo: se não se confia num jogador então que não se coloque esse jogador a titular, não o convoquem - Lukaku foi isto a vida inteira, marca muito falha muito, não deve ser por acaso que nunca estabilizou num clube - mas jogou em tantos grandes clubes.

Conclusão: hoje estamos do teu lado, Lukaku, defendemos-te, temos muita simpatia pelo teu jeito estrambólico, quase trágico, mas não te queríamos a jogar na nossa equipa. 

O golo

Aqueles dois períodos da segunda parte: o pior do jogo

"A Bélgica podia estar a dar seis ou sete e está a perder por 1-0", disse o narrador da transmissão e está certo mas não é assim tão simples: a Holanda correu no total 112,8 km, menos 7,2 km que os 120 da Eslováquia, dá uma diferença de 7,2 km - só num jogo é que houve uma diferença superior a esta entre vencedor e vencido, foi no Alemanha-Escócia, 110 km para os alemães e 101,3 km para os escoceses (que jogaram com menos um), dá uma diferença de 8,7 km. Mas mais: já dissemos que nos primeiros oito minutos da segunda parte a Bélgica não rematou uma única vez e a Eslováquia fez isso em duas ocasiões, e entre o falhanço de Bakayoko aos 62 minutos e o segundo golo anulado a Lukaku não houve nada que justificasse maiúsculas do narrador do jogo. Mas às vezes é preciso ter-se um jogo mau como este para que haja vários bons a seguir, não desistam já da Bélgica.

Afinal Portugal já apanhou um dos difíceis: a surpresa do jogo

Um dos temores mais comuns quando mencionamos o percurso de Portugal até chegar a este Euro é que supostamente não defrontou ninguém particularmente forte na fase de grupos, mas esta Eslováquia veio precisamente do nosso grupo: perdeu 1-0 em casa com Portugal e deu trabalho nesse primeiro e depois no segundo jogo, no Porto, onde perdeu por 3-2 e se tornou a única equipa a marcar a Portugal na fase de apuramento. Esclarecido isso e somando o que se passou com a Bélgica, a Eslováquia pode ter sido um adversário melhor do que julgámos - o que, na lógica de um silogismo, pode fazer de nós um pouco melhor do que pensamos. Venha a Chéquia.

A mão de Openda: o momento do jogo

Lukaku merecia que isto não se tivesse passado:

Euro 2024

Mais Euro 2024

Patrocinados