Dias após revelar que quer despedir trabalhadores, Elon Musk diz que o número de funcionários da Tesla vai aumentar

4 jun, 23:53
Elon Musk. Samuel Corum/Bloomberg/Getty Images

Informação foi avançada pelo multimilionário no Twitter

O diretor-executivo da Tesla, Elon Musk, afirmou este sábado que o número de funcionários da empresa irá aumentar durante os próximos 12 meses, embora a quantidade de efetivos assalariados se mantenha quase inalterada.

A afirmação foi feita no Twitter, em resposta a um utilizador não-verificado daquela rede social.

A revelação surge um dia após ter vindo a público que Musk expressou, num email enviado aos executivos da Tesla a que a Reuters teve acesso, a intenção de despedir 10% dos funcionários da fabricante de veículos elétricos por ter um “mau pressentimento sobre a economia”.

Outra polémica recente do multimilionário tem a ver com o teletrabalho, que considerou já não ser "aceitável", num email enviado aos trabalhadores.

"Qualquer pessoa que deseje fazer trabalho remoto deve estar no escritório por um mínimo (e quero dizer *mínimo*) de 40 horas por semana ou deixar a Tesla. Isso é menos do que pedimos aos trabalhadores da fábrica", pode ler-se na mensagem.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Líderes

Mais Líderes

Patrocinados