Diziam às mulheres que não era suposto correrem, que o útero ia cair e todas essas coisas malucas

CNN , Melanie Radzicki McManus
25 dez 2023, 18:00
Kenneth Cooper

Como uma lição de bem-estar nos diz também como o mundo já esteve tão mal em direitos aparentemente menores - como o direto ao exercício, que é um direito factualmente maior porque salva vidas. Que é o que Kenneth Cooper continua a fazer aos 92 anos - a salvar vidas de uma maneira muito dele

O pai da aeróbica ainda faz exercício cinco dias por semana aos 92 anos. Aqui estão as suas dicas de especialista

por Melanie Radzicki McManus (escritora freelancer especializada em caminhadas, viagens e boa forma física), CNN

nota do editor: antes de iniciar qualquer novo programa de exercício, consulte o seu médico. pare imediatamente se sentir dores

 

Se perguntar a um adulto jovem sobre a história da aeróbica, ele pode ficar confuso. Afinal de contas, o conceito de exercício aeróbico sempre existiu para as pessoas com menos de 50 anos. Se fizer a mesma pergunta a alguém com mais de 50 anos, essa pessoa pode pensar que a loucura da aeróbica começou com a atriz Jane Fonda, criadora da popular série "Jane Fonda's Workout", que se estreou em 1982 e se tornou uma das cassetes VHS mais vendidas de todos os tempos.

Mas o conceito de aeróbica - um sistema de condicionamento físico que melhora a saúde do coração, aumenta a resistência e reduz a gordura corporal - foi, na verdade, criado na década de 1960 por Kenneth Cooper, um médico e especialista em medicina preventiva. Ele também cunhou o termo com o lançamento do seu livro de 1968 "Aerobics".

Inicialmente, Cooper foi condenado por encorajar o exercício.

"Nas décadas de 1950 e 1960, o exercício era considerado perigoso", diz Cooper. "Disseram-me que o mundo estaria agora cheio de corredores mortos. Recebi muitas críticas tremendas nos primeiros anos."

Kenneth Cooper foi o pioneiro do conceito de aeróbica na década de 1960. Aos 92 anos, continua a trabalhar para encorajar as pessoas a tornarem-se fisicamente aptas

Essa opinião mudou rapidamente. Atualmente, Cooper - agora com 92 anos - continua a trabalhar arduamente para encorajar as pessoas a tornarem-se fisicamente aptas. É diretor do Cooper Aerobics Center em Dallas, que fundou em 1970. O centro é constituído por seis empresas de saúde e bem-estar, incluindo uma clínica, e pelo Cooper Institute, um centro de investigação e educação sem fins lucrativos.

Cooper é também o criador dos testes de corrida de 12 minutos e FitnessGram PACER, que medem a capacidade aeróbica e a aptidão física. Milhões de pessoas em todo o mundo já fizeram estas avaliações, muitas vezes durante uma aula de ginástica na escola.

Além disso, o fanático da boa condição física é autor de mais de uma dúzia de livros além de "Aerobics", foi a força motriz por detrás de um estudo realizado com 20.000 pessoas que mostra que o aumento da boa condição física está associado a uma diminuição dos casos de demência e recebeu uma série de prémios e reconhecimentos pelos seus feitos ao longo da vida.

Cooper partilhou recentemente as suas ideias com a CNN sobre a boa forma física e a saúde a nível mundial no século XXI.

Esta conversa foi editada e condensada para maior clareza.

Qual foi um dos desenvolvimentos mais positivos no domínio da boa forma física a que assistiu nos últimos 50 anos?
Quando eu e a minha mulher [Mildred Cooper] escrevemos "Aerobics for Women" em 1979, perguntaram-nos se era de bom tom uma mulher suar. Era assim que as coisas eram más naquela altura. Uma das maiores revoluções é ver quantas mulheres são maratonistas atualmente. No passado, dizia-se às mulheres que não era suposto correrem. Diziam que o útero ia cair e todas essas coisas malucas. Isso não aconteceu de todo. Se olharmos para o número de maratonistas atuais, quase metade são mulheres. Essa é uma das maiores mudanças que eu vi.

A campeã olímpica de atletismo Sifan Hassan, da Holanda, comemora ao cruzar a linha de chegada para vencer a corrida feminina da Maratona de Londres, em abril

Apesar de toda a informação disponível atualmente sobre os benefícios de se ser fisicamente ativo, muitas pessoas são sedentárias. Qual é a dimensão do problema?
O que tenho ensinado e pregado ao longo de todos estes anos é que a nossa saúde é da nossa responsabilidade. Não é do governo, não é da companhia de seguros, não é do seu médico. Nenhum medicamento pode reproduzir os benefícios de um estilo de vida ativo. Precisamos de passar a palavra, porque a Organização Mundial da Saúde informou em outubro de 2022 que temos 500 milhões de pessoas em todo o mundo que são totalmente sedentárias e isso custa 27 mil milhões de dólares por ano. Precisamos que as pessoas se apercebam de que o que determina a duração e o bem-estar da vida é o que cada um vai fazer por si a partir de agora.

Porque é que acha que tantas pessoas ignoram esta mensagem?
Porque pensam 'não tenho tempo, não tenho energia, não tenho motivação nem dinheiro, não tenho um sítio para fazer exercício e não é divertido'.

É-lhe atribuída a responsabilidade de ter ajudado a reintroduzir as aulas de educação física nas escolas, depois de muitas terem começado a abandoná-las na década de 1980. Como é que isso aconteceu?
Isso aconteceu por causa do FitnessGram. Descobrimos que os miúdos que obtinham as melhores notas no teste FitnessGram tinham melhores notas na escola e menos absentismo e problemas com gangues do que os da categoria inferior. Isso foi notícia de primeira página aqui no Texas, onde ajudei a aprovar o Projeto de Lei do Senado 530 em 2007, que obriga a Educação Física nas escolas do Texas. Isso significa: nº 1, ter um peso corporal entre 18 e 25 na escala do IMC (índice de massa corporal); nº 2, fazer 30 minutos de exercício na maior parte dos dias da semana; nº 3, fazer escolhas alimentares saudáveis; nº 4, não fumar sob qualquer forma; nº 5, controlar o álcool; nº 6, controlar o stress na sua vida; nº 7, fazer exames físicos regulares; e nº 8, tomar os suplementos certos para si.

Com que frequência faz exercício físico e qual é o seu treino habitual?
Faço exercício cinco dias por semana de forma regular. No outro dia passei 45 minutos numa bicicleta reclinada e cerca de 10 minutos num circuito de treino com pesos em três ou quatro máquinas. Depois fui para casa e fui passear os meus dois cães. Em média, levo-os a passear durante cerca de 15 minutos - normalmente entre um quilómetro e um quilómetro e meio. Assim, incorporo pelo menos uma hora de atividade aeróbica, além do meu treino com pesos, pelo menos cinco dias por semana.

Precisa mesmo de tanto exercício aos 92 anos?
A boa forma física é uma viagem, não um destino. Tem de a manter durante o resto da sua vida. Não se pode simplesmente adquiri-la e guardá-la.

Estilo de Vida

Mais Estilo de Vida

Na SELFIE

Patrocinados