Croácia
Finalizado
2 - 2
Albânia

Um morto e um ferido em colisão de aeronaves no Beja Air Show

2 jun, 16:33

O acidente ocorreu por volta das 16:05 da tarde e levou ao cancelamento do evento

Duas aeronaves da equipa de acrobacias aéreas Yakstars colidiram em pleno voo este domingo, no festival aéreo Beja Air Show. Há um morto e um ferido ligeiro a registar. 

Uma das aeronaves caiu em pleno voo e outra conseguiu permanecer no ar e aterrar em segurança. Num comunicado enviado às redações, a Força Aérea confirmou que a vítima mortal era de nacionalidade espanhola.

O ferido ligeiro é um piloto de nacionalidade portuguesa que conseguiu executar uma aterragem de emergência, depois da colisão entre as duas aeronaves. Segundo a Força Aérea, o ferido recebeu os cuidados de emergência "no imediato", acabando por ser encaminhado para o hospital de Beja "por precaução".

O acidente ocorreu por volta das 16:05 da tarde, durante uma demonstração de acrobacias aéreas, anunciou a Força Aérea Portuguesa.

No local estão 21 operacionais e pelo menos 11 veículos, de acordo com o Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil.

Devido à colisão dos aviões acrobáticos o evento, que fazia parte das comemorações dos 72 anos da Força Aérea, foi cancelado.

"É com enorme sentimento de pesar e de consternação que a Força Aérea presta as maiores condolências à família, amigos e conhecidos, estando profundamente solidária nesta hora de perda", escreve a Força Aérea em comunicado.

Fonte da Polícia de Segurança Pública adianta que o acidente vai ser investigado pelo Ministério Público e pelo Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAAF), uma vez que se tratam de aeronaves civis. 

Os especialistas do GPIAAF já fizeram chegar uma equipa à Base Aérea N.º 11, de Beja. “O GPIAAFF está a articular-se com a Força Aérea no que diz respeito às atividades de investigação”, visto que o festival em que ocorreu o acidente “é organizado e tem espaço aéreo controlado” por este ramo das Forças Armadas, afirmou à agência Lusa.

Imagens partilhadas nas redes sociais mostram o momento em que uma das aeronaves passa à frente de uma formação de seis aviões, tocando-se em pleno voo. Nesse momento, uma das aeronaves começa a trajetória descendente, até ao momento em que se despenha e causa uma forte explosão, enquanto outra atinge o solo na horizontal.

Os dois aviões envolvidos no acidente pertencem ao grupo de acrobacias Yakstars, composto por pilotos portugueses e espanhóis. O grupo pilota as aeronaves Warbird Yak52s, desenvolvidas pela União Soviética. O grupo é uma das maiores equipas de aviação civil de exibição acrobática.

O festival aéreo Beja Air Show estava previsto decorrer nos dias 1 e 2 de junho, na Base Aérea n.º 11, entre as 10:30 e as 17:00. Milhares de pessoas estavam presentes no local.

Presentes no evento estavam algumas das aeronaves mais evoluídas do mundo, como o F-35A dos Estados Unidos da América e aeronaves francesas Mirage, Saab JAS 39 da Hungria, bem como caças F-16M de vários países.

País

Mais País

Patrocinados