Covid-19: número de mortes pode ser 60 por cento superior ao registado

27 abr 2020, 13:29
Covid-19: os dias de uma enfermeira em Itália

Financial Times comparou o número total de óbitos que ocorreram em março e abril deste ano, com os registados nos mesmos meses entre 2015 e 2019

O número de vítimas mortais por Covid-19, em cerca de 14 países (incluindo Portugal), pode ser 60 por cento superior ao reportado oficialmente pelas autoridades de saúde de cada país, segundo uma análise do Financial Times.

Segundo a publicação, existem 45 mil mortes por explicar, uma vez que este número está acima do normal para esta altura do ano. A publicação sublinha que apenas foram reportados 77 mil óbitos por Covid-19, quando o número total ascendeu a 122 mil.

Caso estes números fossem contabilizados, o número total de mortes pelo novo coronavírus passaria de 201 mil para 318 mil, no conjunto dos países analisados.

Para calcular o acréscimo de mortes, o Financial Times comparou o total de óbitos que ocorreram em março e abril deste ano com os registamos nos mesmos meses entre 2015 e 2019, tendo em conta todas as causas de morte. Feitas as contas, faleceram mais de 45 mil pessoas.

De acordo com o Financial Times, entre os países analisados estão Portugal, Espanha, Itália, Áustria, Bélgica, França, Holanda, Suécia, Suíça e Dinamarca. Com excepção dos dinamarqueses, todos os países tem um aumento de mortes por explicar (leia mais no site da TVI24).
 

 

Relacionados

Covid-19

Mais Covid-19

Patrocinados