"Ato de terrorismo". Um polícia morto e dois feridos em ataque em Islamabad

Agência Lusa , NM
18 jan, 08:21
Protesto anti-Governo em Islamabad [Reuters]

De acordo com as autoridades, os dois suspeitos acabaram por ser abatidos

Um polícia foi morto e dois ficaram feridos num tiroteio em Islamabad, um incidente raro nos últimos anos na capital paquistanesa, disseram esta terça-feira as autoridades, que classificaram o caso como um "ato de terrorismo".

O tiroteio na segunda-feira à noite começou quando dois homens, numa motocicleta, dispararam contra um posto de controlo policial em Islamabad.

"Um polícia foi morto e dois ficaram feridos", disse a polícia, em comunicado, acrescentando que os autores dos disparos tinham sido mortos.

O Ministério do Interior paquistanês lançou uma investigação sobre o incidente. As violações de segurança são raras em Islamabad, lar de dezenas de embaixadas, que estão sob forte vigilância policial.

Nenhum grupo reivindicou o ataque. Mas o Paquistão enfrenta o ressurgimento do Tehreek-e-Taliban Pakistan (TTP), o grupo extremista islâmico talibã paquistanês, galvanizado pelo regresso dos talibãs ao poder, em agosto, no Afeganistão.

Shahid Zaman, um alto responsável da polícia em Islamabad, disse à agência de notícias France-Presse (AFP) que o ataque foi um "ato de terrorismo".

Relacionados

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Médio Oriente

Mais Médio Oriente

Patrocinados