Correram para a morte para ver as primeiras neves no Paquistão: tempestade mata 22 turistas

Agência Lusa
8 jan, 23:14

Mais de um metro de neve caiu na zona do resort de Murree Hills na noite de sexta-feira para sábado deixando presos milhares de carros nas estradas

PUB

Há dez crianças entre as 22 vítimas mortais da tempestade de neve que assolou o norte do Paquistão, após ficarem presas nas suas viaturas, disseram este sábado as autoridades, num novo balanço da tragédia. A maioria morreu de hipotermia.

Entre as vítimas estava também um polícia de Islamabad e sete outros membros de sua família, disse um seu colega.

PUB

Mais de um metro de neve caiu na zona do resort de Murree Hills na noite de sexta-feira para sábado deixando presos milhares de carros nas estradas, indicou o ministro do Interior, Sheikh Rashid Ahmed.

As temperaturas desceram para os menos oito graus Celsius.

As autoridades destacaram tropas paramilitares e uma unidade militar especial de montanha para ajudar. No final do dia, milhares de veículos já tinham sido retirados da neve, mas mais de mil ainda estavam presos, disse Ahmed.

De acordo com um porta-voz da polícia de Murree, mais de 100 mil veículos entraram, nos últimos três dias, nesta cidade de montanha, localizada a cerca de 70 quilómetros da capital Islamabad, causando enormes engarrafamentos.

PUB
PUB
PUB

Apesar das advertências das autoridades, os visitantes foram-se aglomerando nesta pequena cidade turística, muito popular entre os habitantes da capital, para assistirem a uma atípica queda de neve.

De acordo com as autoridades da província de Punjab, a cidade de Murree foi declarada "área de desastre", sendo solicitado aos moradores que permaneçam afastados.

Relacionados

Uma newsletter para conversarmos - Decisão 22

Envie-nos as suas questões e sugestões de temas, responderemos pela caixa do correio

Saiba mais

Ásia

Mais Ásia

Patrocinados