O novo Mercedes elétrico de 677 cavalos

CNN , Peter Valdes-Dapena
26 fev, 07:00
Mercedes-AMG EQE

O departamento de desempenho AMG da Mercedes é mais famoso por fabricar motores a gasolina feitos à mão, mas os tempos estão a mudar e os motores elétricos são a novidade. A Mercedes lançou recentemente o seu mais recente modelo AMG, o Mercedes-AMG EQE, um sedã médio totalmente elétrico de alto desempenho.

Com dois motores elétricos de alta potência projetados especificamente para a AMG - um motor para as rodas dianteiras e outro para as rodas traseiras - este Mercedes-AMG conseguirá gerar até 677 cavalos de potência, quando devidamente equipado.

Este modelo de alto desempenho tem como base o sedã elétrico Mercedes EQE que foi revelado no outono. Tal como outros modelos Mercedes EQ, não é uma versão modificada de um dos carros a gasolina da Mercedes. Foi construído a partir de uma plataforma específica de engenharia elétrica. Como não há necessidade de manter um motor a gasolina debaixo do capô, o EQE tem um capô mais curto do que um Classe E a gasolina e uma forma geral mais arredondada.

Como este modelo elétrico AMG não terá o ruído do motor característico da marca, serão reproduzidos sons dramáticos, através de colunas, dentro e fora do carro. Os sons do interior variam dependendo do modo selecionado e da forma como está a ser conduzido, variando de um zumbido silencioso a um estrondo agressivo sobreposto com sons de jato. Haverá também um “som de evento” especial que toca quando o carro é trancado. À noite, os faróis projetam padrões animados quando o carro é aberto e fechado.

Com os motores elétricos a gerar grandes quantidades de potência com relativa facilidade, em comparação aos motores a gasolina, e devido ao elevado preço das baterias, o mercado dos carros elétricos de alto desempenho já está ao rubro. Com o Tesla Model S Plaid a disparar para velocidades de autoestrada em dois segundos, em condições ideais, e com os fabricantes a oferecer carros rápidos de emissão zero como o Porsche Taycan Turbo e o Audi RS e-Tron GT, este Mercedes estreia-se como o mais recente carro de luxo de alta tecnologia movido a baterias. Junta-se ao ainda mais potente Mercedes-AMG EQS, um carro maior capaz de gerar até 751 cavalos num curto espaço de tempo.

Quando equipado com o pacote opcional Dynamic Plus, os motores do AMG EQE podem gerar, por instantes, até 677 cavalos no modo de aceleração Race Start, que leva o carro dos zero aos 100 quilómetros por hora em cerca de 3,2 segundos. De resto, a potência máxima dos motores é de 617 cavalos no modo Sport+. (Essa também é a potência máxima em versões não equipadas com o pacote Dynamic Plus.) É mais do dobro da potência do mais convencional carro elétrico Mercedes EQE 350.

O interior apresenta o ecrã total Hyperscreen da Mercedes.

Os carros a gasolina da Mercedes-AMG também têm tração às quatro rodas, mas o sistema de tração de dois motores nas quatro rodas do EQE permite um controlo mais preciso da potência que vai para as rodas dianteiras ou traseiras, de acordo com a Mercedes. A distribuição de potência será mais uniforme no modo Comfort, para uma maior eficiência, mas, nos modos Sport, será enviada mais potência para as rodas traseiras.

O controlo das quatro rodas será a norma no AMG EQE. Com este sistema, as rodas traseiras viram na direção oposta à das rodas dianteiras a baixa velocidade, permitindo curvas mais fechadas. Em velocidades acima dos 60 km/h, as quatro rodas giram na mesma direção para mudanças de faixa mais suaves. A suspensão automática ajustável permitirá uma viagem mais suave ou um controlo mais firme, dependendo do modo de condução e da situação. O carro também ficará mais junto ao solo nos modos Sport ou em velocidades muito altas.

Um spoiler e saídas de ar na traseira do Mercedes-AMG EQE foram projetados para manter a traseira colada à estrada em altas velocidades.

O carro estará disponível com o chamado "Hyperscreen" da Mercedes, que cobre todo o tabliê com uma película de vidro que faz com que toda a área, de um lado ao outro, pareça um touchscreen gigante. Na verdade, é composto por três ecrãs separados.

O Mercedes-AMG EQE estará à venda no início do próximo ano, disse a fabricante. O preço do carro ainda não foi divulgado.

Novo Dia CNN

5 coisas que importam

Dê-nos 5 minutos, e iremos pô-lo a par das notícias que precisa de saber todas as manhãs.
Saiba mais

Automóvel

Mais Automóvel

Na SELFIE

Patrocinados