Polícia britânica divulga foto de homem suspeito de provocar ferimentos "que podem mudar a vida" a uma mulher e respetiva filha

CNN Portugal , MJC
1 fev, 20:09
Abdul Shokoor Ezedi, suspeito de ataque em Londres (DR)

Foi atacada uma outra filha desta mulher. Suspeito está em fuga. "Embora pareça um ataque direcionado, ele é um indivíduo perigoso e precisamos de encontrá-lo urgentemente"

Abdul Shokoor Ezedi é o homem mais procurado pela Polícia Metropolitana de Londres neste momento. O homem de 35 anos é o suspeito do ataque com substância corrosiva a uma mulher e às suas duas filhas, ocorrido quarta-feira à noite, na zona de Clapham, no sul da cidade. A polícia divulgou uma imagem, tirada de uma câmara de vigilância da loja Tesco na Caledonian Road, onde Ezedi terá comprado uma garrafa de água. “A imagem mostra Ezedi com o que parecem ser ferimentos significativos no lado direito do rosto. Isso distingue-o. Se o vir, ligue para o 999 imediatamente", apela a polícia, pedindo ainda às pessoas para não abordarem o suspeito, uma vez que ele é considerado perigoso.

De acordo com o superintendente Gabriel Cameron, Ezedi estava com uma mulher de 31 anos e as duas filhas desta, de três e oito anos, quando, por motivos até agora desconhecidos, as atacou com uma substância alcalina corrosiva. O homem tentou fugir de carro mas colidiu com um veículo parado e depois fugiu a pé. Segundo a polícia, o homem tem ferimentos graves no lado direito da cara.

"Não sabemos a relação atual, mas acreditamos que o homem e a mulher se conhecem", disse Cameron numa conferência de imprensa esta tarde. "Pelo que sei, o suspeito veio de Newcastle na quarta-feira de manhã. Neste momento, ainda não sei onde residem as vítimas." Ezedi pode estar a tentar voltar para Newscatle e, por esse motivo, a polícia está a trabalhar em conjunto com as operadoras de transportes.

Questionado se Ezedi é cidadão britânico, Cameron disse que havia investigações em curso sobre isso. O superintendente também foi questionado sobre o carro envolvido no ataque da noite passada e disse acreditar que era o carro do suspeito. Trata-se de um Hyundai branco.

Segundo a BBC, quatro transeuntes ficaram feridos quando tentaram ajudar as vítimas. Três mulheres - duas na faixa dos 30 anos e uma na faixa dos 50 anos -  receberam tratamento hospitalar devido às queimaduras leves e já tiveram alta. O quarto, um homem de 50 anos, não chegou a ir para o hospital. Cinco policiais também sofreram ferimentos leves e já deixaram o hospital.

"Embora pareça um ataque direcionado, ele é um indivíduo perigoso e precisamos de encontrá-lo urgentemente", disse a Polícia Metropolitana em comunicado, inciando desde logo uma operação de busca.

Sobre a situação das vítimas, o superintendente Gabriel Cameron confirmou que nenhuma delas corre risco de vida, no entanto os ferimentos da mulher e da criança mais nova podem "mudar-lhes a vida". 

Relacionados

Europa

Mais Europa

Patrocinados