Saiba tudo sobre o Euro aqui

Boavista-Gil Vicente, 1-1 (destaques)

André Cruz , Estádio do Bessa Séc. XXI
4 mai, 17:43

Gabriel Pereira, um centralão

A FIGURA: Gabriel Pereira

Centralão. Os 23 anos que tem não correspondem à enorme confiança que transmite aos companheiros de setor. Sem o capitão Rúben Fernandes em campo, foi o verdadeiro patrão da defesa gilista. Irrepreensível no posicionamento, leitura dos lances, no corte e, depois, muito seguro com a bola. O golo apontado foi a cereja no topo do bolo.

O MOMENTO: Bruno Lourenço falha penálti, 75m

Falta cerca de um quarto de hora para jogar e um golo permitiria ao Boavista recolocar-se na frente do marcador e, muito possivelmente, segurar três pontos que deixariam a equipa muito confortável para enfrentar as próximas duas jornadas. Bruno Lourenço não conseguiu enganar Andrew, rematou para o meio e o brasileiro defendeu.

OUTROS DESTAQUES

Bruno Lourenço

Já nos tem habituado aos grandes golos e esta tarde «pintou» mais uma obra de arte no Bessa. Viu Andrew adiantado e, com um excelente «chapéu», abriu o marcador. A exibição só fica manchada pelo penálti desperdiçado.

Félix Correia

Esteve inspirado, mas fez uma exibição de mais a menos. Não teve medo de ir para cima dos adversários, com recurso ao seu monopólio de fintas. Tentou ainda servir os companheiros e pecou apenas por alguma displicência em alguns lances, como aconteceu perto do intervalo, quando quis fazer um passe arriscado e «obrigou» Gbane a travar o lance, tendo visto cartão amarelo.

Maxime Domínguez

Uma exibição a fazer lembrar a melhor versão, que apareceu no início da temporada. O camisola 8 dos gilistas esteve solto no meio-campo, com combinações curtas. Foi muito inteligente nas movimentações que fez e dificultou a organização defensiva do Boavista.

Relacionados

Patrocinados