Viu o cadáver, diz que foi chantageada e que lhe disseram "onde, quando e como Alexei deve ser enterrado": o relato da mãe de Navalny

22 fev, 23:37
Lyudmila Navalnaya (AP)

Lyudmila Navalnaya diz que viu a declaração de óbito ser assinada à sua frente após ordens do Kremlin. Documento aponta "causa natural" para a morte do principal opositor de Putin

nota a itálico estão todas as palavras ditas por Lyudmila Navalnaya
 

Depois de no sábado se ter deparado com a morgue de Salekhard – onde estaria o corpo de Navalny – com as portas fechadas, a mãe do principal opositor de Putin já viu o corpo do filho.

Num vídeo publicado no Youtube, Lyudmila Navalnaya faz um relato cru do que lhe foi dito no interior da morgue de Salekhard.

Acabei de sair do Comité de Investigação de Salekhard. Passei quase 24 horas sozinha com os investigadores. Não deixaram o meu advogado entrar até esta tarde. Na última noite levaram-me secretamente à morgue, onde me mostraram o corpo do Alexei.

A equipa de Alexei Navalny anunciou que teve acesso à declaração de óbito do principal opositor de Putin e que esta diz que morreu de "causas naturais", avança a Reuters.

Na publicação pode ler-se: "O relatório médico sobre a morte mostrado à mãe de Alexei Navalny indica que as causas da morte foram naturais".

В медицинском заключении о смерти, показанном матери Алексея Навального, сказано, что причины смерти — естественные.

— Кира Ярмыш (@Kira_Yarmysh) February 22, 2024

A mãe de Navalny relata: “Os investigadores defendem que conhecem a causa da morte, têm todos os documentos médicos e legais. Vi-os a assinaram a declaração médico do óbito. De acordo com a lei, deviam entregar-me o corpo de Alexei imediatamente, mas não o fizeram. Em vez disso, chantagearam-me e disseram-me onde, quando e como o Alexei deve ser enterrado”.

Lyudmila Navalnaya acrescenta que as autoridades russas pretendem enterrar o corpo num local secreto e sem qualquer tipo de cerimónia fúnebre.

A mãe do principal adversário de Putin revela que foi ainda ameaçada e que lhe disseram que se não aceitar o funeral secreto farão “algo” com o cadáver de Navalny.

Estou a gravar este vídeo porque eles começaram a ameaçar-me. A olhar diretamente nos meus olhos, disseram-me que, se não aceitar o funeral secreto vão fazer algo com o corpo do meu filho. O investigador Varapayev disse-me abertamente: ‘O tempo está contra vocês, os cadáveres decompõem-se’”, explica a mãe de Navalny.

Lyudmila Navalnaya explica porque não pode aceitar a exigência das autoridades russas: “Quero que vocês, que se preocupam pelo Alexei e para quem a sua morte foi uma tragédia pessoal, que tenham a chance de lhe dizer adeus”.

Por fim, Lyudmila Navalnaya garante que não quer qualquer tipo de tratamento especial: “Não quero nenhum tratamento especial. Apenas quero que tudo aconteça de acordo com a lei. Exijo que o corpo do meu filho me seja entregue imediatamente”.

Relacionados

Europa

Mais Europa

Patrocinados