Portugal
Finalizado
2 - 1
Chéquia

«Jogo do empurra» atrasa saída de Sérgio Conceição do FC Porto

30 mai, 10:18
Novo presidente do FC Porto esteve no Olival

André Villas-Boas e técnico querem a rescisão de contrato, mas até agora ninguém se chegou à frente

André Villas-Boas quer a saída de Sérgio Conceição. Sérgio Conceição quer sair do FC Porto. Apesar de os dois quererem o mesmo, ninguém ainda deu o primeiro passo para avançar com a rescisão contratual.

O Maisfutebol sabe que o «jogo de empurra» nos bastidores entre o novo presidente e o técnico têm atrasado o planeamento da próxima temporada. É expectável, entretanto, que ambos se sentem para conversar na próxima segunda-feira, numa reunião vista como decisiva.

Na visão de Villas-Boas, Conceição é quem deve comunicar o adeus e, automaticamente, rescindir de forma amigável o acordo recém-renovado até junho de 2028.

Conceição, por sua vez, quer que seja Villas-Boas a comunicar a sua demissão. Neste caso, conforme o próprio revelou recentemente, abriria então mão da indemnização a que tem direito: cerca de 28 milhões de euros brutos.

«Se o meu caminho e o do FC Porto se bifurcarem, saio com a mesma dignidade com que entrei. Vou embora sem levar um tostão. Pagam-me até ao dia em que trabalhar, com a mesma dignidade com que entrei», avisou o técnico portista, antes da final da Taça de Portugal contra o Sporting.

Enquanto o clima de indecisão segue no ar para os lados do Dragão, o Marselha insiste na contratação de Sérgio Conceição. Os franceses já fizeram pelo menos três abordagens nas últimas semanas. Todas, até agora, sem sucesso.

Patrocinados